Under The Dome – 03×13 – The Enemy Within (Series Finale)
| 13 Set, 2015

Publicidade

Contém SPOILERS!

E assim terminaram as quatro semanas que o povo de Chester’s Mill viveu sob a redoma mais falada da tv. Foram três temporadas que representaram um curto período de tempo onde os mistérios se foram adensando, o que deixou boa parte dos seguidores furiosos com os guionistas. Mas as respostas foram prometidas para a terceira temporada! Mas os fãs, na sua maioria, odiaram o rumo que a série tomou. Com as audiências a caírem a pique, os rumores de cancelamento ganharam forma e a série despediu-se do público com este The Enemy Within, que Big Jim tanto apregoava na sua narração inicial.

Como já sabíamos, a redoma tinha os dias contados… sem o ovo mágico e as ametistas, era uma questão de tempo para que a redoma calcificasse e matasse todos os que se encontravam no seu interior graças à privação de oxigénio. Dawn, a nova rainha, acaba por ser mais eficaz que a sua antecessora, talvez pela sua força, velocidade, ou até pela peculiaridade que se tornou o guião nesta última temporada. A kinship de Dawn consegue aprisionar toda a resistência, pondo-a a trabalhar para si, já que todos querem o mesmo… a queda da redoma. Christine sempre foi manipuladora, por isso foi engraçado ver Eva… perdão, Dawn… a ceder à chantagem de Joe e permitir que Norrie, Lilly, Hunter e Barbie saíssem para ajudar no processo de anulação da redoma. Como seria de esperar, Big Jim arranja uma maneira de sair em liberdade com Julia (que é uma lady e, por isso, não transpira numa redoma que está sem oxigénio e com altas temperaturas).

Junior mata Sam para permanecer o alfa e, no fim, morre numa luta com o pai, que fica desolado por breves instantes. Com a ameaça da série ser renovada, acredito que ambos os atores pediram para sair, já que os seus personagens foram delegados para papéis bastante secundarizados e sem sentido.

Bem, Joe sacrifica-se por amor… a redoma cai… todos são aprisionados, com a exceção dos (alegadamente) mortos: Sam, Junior e Dawn. Os não infetados e os que mantêm a infeção dormente são libertados após assinarem uma história bem diferente da realidade. Mais uma vez, Big Jim faz um acordo para sair beneficiado… espantados? Eu não. Barbie e Julia prometem casar e vão numa viagem de mota. Norrie vai para o exército com o intuito de encontrar Joe. Hunter e Lilly fazem um casalinho.

(Quase) Todos têm o seu final feliz, só que Eva… perdão mais uma vez, Dawn… foi avistada numa câmara de vigilância! A rainha está viva! Dawn infiltra-se num jardim de infância e põe as criancinhas a procurarem ovos mágicos pelos EUA em visitas de estudo, o que faz todo o sentido! Os sobreviventes têm assim uma nova missão, encontrar Dawn e aprisioná-la antes que a verdade se saiba, ou uma nova redoma apareça! Foi um final de temporada pouco ambicioso e que prometia uma fraca quarta temporada.

Em suma, tivemos uma temporada muito fraquinha que ditou o cancelamento. Houve alturas que foi um sacrifício sentar-me a escrever as reviews… estava (e ainda estou) bastante desiludido com o rumo que a série levou nesta terceira temporada. Sendo assim, não sentirei saudades de Chester’s Mill e aliviado por saber que não terei de fazer reviews de Under the Dome para o ano!

Rui André Pereira

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

Clãs da Galiza Clanes Netflix

Recomendamos