Pretty Little Liars – 06×01 – Game on, Charles
| 03 Jun, 2015

Publicidade

6x01 - Game on, Charles

06×01 – Game on, Charles

Não passou assim tanto tempo desde que nos despedimos da 5ª temporada de Pretty Little Liars. E ainda bem, porque senão, a espera teria sido demasiado dolorosa!

Como sempre, Pretty Little Liars, tem vindo a trabalhar o suspense, embora nem sempre o faça da melhor maneira, mas continuando a prender ao ecrã para saber quem é, afinal, A. Neste momento, tudo se resume a isso, apesar de haver sempre detalhes em paralelo. A 6ª temporada recebeu a premissa do season finale da temporada anterior que iríamos ter respostas. Veremos, então.

Um aspeto que é necessário enunciar, é o seguinte: ao longo de cinco temporadas, as personagens têm estado presas nos jogos de Alison e de A, essencialmente. Neste momento, Mona, Hanna, Spencer, Emily e Aria estão, efetivamente, presas de forma física nos jogos de A/Charles. Resume-se a um apimentar da claustrofobia que já se vinha a sentir, com uma pitada de thriller psicológico. As cinco raparigas estão a ser torturadas, ao frio, sem comida ou água. Mas é tudo como um parque de diversões, há um percurso a fazer dentro do recinto, e as bonecas, que são, neste caso, as cinco, terão de o fazer, para que A/Charles fique satisfeito. Chega a ser mórbido.

Com um salto temporal de 3 semanas, as cinco continuam desaparecidas, Alison já está fora da prisão, e Andrew é considerado o principal suspeito dos raptos. Se estávamos a estranhar ver pouco de Toby, Caleb e Ezra, rapidamente os três entram em cena. E o mesmo se aplica a Alison, até porque é estranho Charles ter “desistido” dela.

Mais do que trabalhar o sofrimento e o terror que Mona, Aria, Spencer, Emily e Hanna estão a vivenciar, seria uma falha imensa não explorar o maior terror que um pai pode viver: o de perder um filho. E maior do que a tragédia de perder um filho, é não saber onde ele está, e se está vivo ou morto. É aquilo por que os pais das protagonistas estão a passar, e Pretty Little Liars não se esquece de enunciar isso, dando mais um pouco de emoção aos acontecimentos.

A reviravolta parece dar-se quando as “presas” parecem assumir algum controlo perante o “caçador”, e o final é carregado de adrenalina e emoção. Além de que, como é habitual, o episódio fecha com pequenas revelações, que deixam perguntas no ar.

As expetativas para esta temporada são bastante elevadas, pelo que se esperam desfechos definitivos e lógicos para a narrativa. Aguardemos para ver como a série irá trabalhar mais uma temporada com novos elementos, com a responsabilidade de, como já aconteceu, alguns fãs começarem a ficar cansados de tantas voltas e reviravoltas.

Nota: 7/10

Beatriz Barroca

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

la brea 3 poster

Recomendamos