Game of Thrones – 05×08 – Hardhome
| 02 Jun, 2015

Publicidade

05x08 - Hardhome

05×08 – Hardhome

Contém SPOILERS. 

Segundo Erik Kain da revista Forbes, “Agora separámo-nos definitivamente dos livros. Se o resto da quinta temporada não vos convenceu que a série estava a seguir o seu próprio caminho, este episódio é o útimo prego no caixão.” Pois é. A sexta temporada vai ser uma temporada do desconhecido, sem livros para nos apoiarmos. As surpresas vão chocar todos. Este episódio foi a prova disso. Com a exceção das histórias de Cersei e de Arya, já nenhuma personagem segue fielmente o que lhes aconteceu nos livros. Jaime, Brienne, Sansa e Tyrion viram o seu rumo mudar nesta temporada. Já Daenerys e Jon também têm algumas mudanças, mas não tantas como os outros.

Este episódio foi, sem qualquer sombra de dúvida, o melhor da temporada até agora e provavelmente um dos melhores da série. A batalha em Hardhome demorou cinco semanas a filmar e valeu a pena. Mas que batalha! E o que dizer das cenas entre os gigantes Tyrion e Daenerys? E Sansa descobrir que Bran e Rickon estão vivos (ou que, pelo menos, Theon não os matou)? Ou Arya começar o seu trabalho de campo (está irreconhecível)? E Cersei… bom, a rainha mãe está no fundo do poço.

King’s Landing

Qyburn: Fornication, treason, incest, the murder of King Robert.
Cersei: All lies. 

As coisas não estão nada, mas mesma nada famosas para os lados da Fortaleza Vermelha. Com a mãe e a mulher presas, Tommen entrou num estado de depressão. O rei é jovem e imaturo e claro que não sabe lidar com a perda das mulheres mais importantes da sua vida. Kevan Lannister está de volta, mas será que ele consegue salvar o que quer que tenha sido deixado por Cersei depois de do falecimento de Tywin? E o que é feito de Mace e da sua missão no Banco de Ferro em Braavos?

Cersei está em maus lençóis. Ela está metida numa situação da qual não se pode safar através das conexões familiares nem do dinheiro. A Fé (esta, pelo menos) não quer ser comprada. Ver Cersei, que já esteve tão alto, a lamber água do chão… Nada de bom está reservado para o seu futuro, mas Game of Thrones não seria a mesma coisa. E Margaery? O que a esperará?

Braavos

Em trajes muito diferentes, Arya sai para as ruas de Braavos disfarçada de Lana, uma vendedora de ostras. O objetivo é vigiar um capitão e matá-lo. Estou a gostar da nova faceta de Arya e pergunto-me mais uma vez qual será a ligação com a história principal. Ela ainda tem a lista de pessoas que quer matar e sabemos que ela ainda não se desligou totalmente de Arya Stark… Portanto, qual será A vítima de Arya? A história dela é a menos interessante desta temporada, precisamente porque há pouco que a ligue ao resto das personagens. Arya é uma excelente personagem e uma Stark. Qual será o seu futuro?

Muralha

Em Castle Black, aconteceu mais do mesmo. Olly continua sem perceber porque é que Jon se quer aliar ao inimigo que já causou tantas mortes à Patrulha e à sua própria família. E claro que não percebe. É apenas uma criança. A criança que matou Ygritte e isso torna-o perigoso. Ele ouviu Sam, mas o que me ficou a parecer foi que percebeu a história da maneira errada. Isto assim não é fácil…

Winterfell

Sansa está, como todos nós, com uma enorme vontade de torturar Theon depois da brincadeira da semana passada. Mas nem tudo é mau. Theon finalmente contou-lhe que não foi Bran e Rickon que ele queimou, mas dois desconhecidos. Se o conhecimento de que Jon era Senhor Comandante da Patrulha da Noite já lhe tinha dado uma centelha de esperança (pelo menos foi o que pareceu), a notícia de que os irmãos mais novos ainda estavam vivos foi uma surpresa para Sansa, que há muito pensava que era a única Stark viva no mundo. O que fará ela com esta informação?

Entretanto, Roose tenta proteger o território que tanto lhe custou conquistar. Stannis está a caminho, mas a neve está a complicar a missão. Como tal, o chefe da Casa Bolton decide não ir atrás do exército de Stannis, esperando que eles morram na tempestade. Todavia, Ramsay não possui a paciência do pai. Ele gosta de carnificina e está disposto a enfrentar Stannis. Será que o feitiço não se virará contra o feiticeiro?

Meereen

Tyrion: So, here we seat. Two terrble children of two terrible fathers. 

Tyrion Lannister. Daenerys Targaryen. Peço desculpa se me estou a tornar repetitiva. Mas ver as minhas duas personagens preferidas a interagirem… uau. Em As Crónicas do Fogo e do Gelo, a ideia de alguém a conhecer sempre me foi muito desejada e tão estranha ao mesmo tempo. Ela sempre teve o seu mundo em Essos, tão longínquo de Westeros. A princesa sempre pareceu uma pessoa inalcançável. E ela falava sempre de reconquistar o Trono de Ferro, ao qual clama ter todos os direitos. Mas faltava-lhe alguém que estivesse a par do que acontecia dentro da Fortaleza Vermelha. Alguém com conhecimentos políticos. Ser Barristan não chegava. E Tyrion chegou. Cético, como sempre, com a rainha de Meereen, mas sem mais nada a perder. Todavia, a partir do momento em que juntavam estas personagens de peso, era imperativo que o resultado fosse tão bom como o exigido.

E foi. Tyrion foi sensato ao aconselhar Dany e expulsar Ser Jorah. Por muito fiel que ele lhe seja, há coisas que não podemos apagar e ela perdia a credibilidade ao perdoar um traidor. No entanto, o que eles não sabem é que Jorah Mormont é um homem que não tem nada a perder. Com a greyscale a alastrar-se, ele só quer estar perto de Daenerys e as arenas parecem ser a única opção…

Daenerys: Lannister. Targaryen. Baratheon. Stark. Tyrell. They’re all just spokes on a wheel. This one’s on top, then that one’s on top. And on and on it spins, crushing those on the ground
Tyrion: It’s a beautiful dream, stopping the wheel. You’re not the first person who’s ever dreamt it.
Daenerys: I’m not going to stop the wheel. I’m going to break the wheel.

Nos aposentos, Tyrion e Daenerys ficam enfim sós. A troca de palavras entre os dois foi muito engraçada e das melhores partes do episódio. Tyrion parece ter gostado de Daenerys e ela parece ter ficado agradada com os modos e a maneira de pensar dele. Até agora todas as pessoas que estão do seu lado parecem acreditar e confiar nela a cem por cento mas Tyrion é diferente.

Os planos para o futuro é um ponto de discórdia entre ambos. Tyrion pede-lhe que esqueça Westeros, visto que nenhuma Casa a apoiará. Dany diz-lhe que Westeros é o seu lar. Os dois têm razão no que dizem, mas por esta altura do campeonato já começo a perder as esperanças de que Daenerys alguma vez deixe Essos. Ainda por cima agora, com Drogon desaparecido e Viserion e Rhaegal “zangados” com ela.

Hardhome

Jon: The Long Night is coming and the dead come with it. No clan can stop them. The free folk can stop them. The Night’s Watch can’t stop them. And all the southern kings can’t stop them. Only together, all of us. And even then might not be enough, but al least we give the fuckers a fight. 

Ok, esqueçam guerras de poder e os dramas a sul da Muralha e em Essos. Nada disso importa porque o mundo vai acabar com os white walkers. Ok, pronto, se calhar estou a exagerar mas depois de tudo o que aconteceu em Hardhome, vimos que vai ser muito, mas mesmo muito, muito difícil pararem-nos.

Jon Snow parece ser a única pessoa nesta história toda com juízo na cabeça. Tanto o povo livre, como a Patrulha da Noite são demasiado teimosos e orgulhosos para se aliarem, mesmo que tal signifique o fim do mundo. Viram bem a quantidade de gente que estava em Hardhome? Deixá-los lá teria sido suicida.

O ataque dos white walkers… Oh, meu Deus. Já vi duas temporadas de The Walking Dead (e parei porque não conseguia gostar daquilo) e os zombies de Game of Throne foram melhores em todos os aspetos. Foi muito, muito bom! Inesperado, excitante, bem executado e credível. Não há como voltar atrás. O Inverno chegou e é uma questão de tempo até chegar à Muralha.

Viram bem a cara do white walker quando a lança não destruiu automaticamente a espada de Jon? Impagável. O momento em que Jon o matou também. Não é só dragonglass que os mata. Aço valiriano também é uma arma eficaz. Isto faz-me lembrar a altura em que Harry, Ron e Hermione na saga Harry Potter andavam à procura de maneiras de destruir os Horcruxes. Muito poucas coisas podiam fazer esse trabalho. Aqui é quase igual. Já repararam que estas duas coisas estão intrinsecamente ligadas aos Targaryen? Valyria era a casa dos Targaryen e, tal como o nome indica, é de lá que vem o aço. E o próprio Stannis disse que havia dragonglass em Dragonstone. Será que a resposta são os dragões? Será que o fogo do dragão capaz de destruir esta ameaça? Serão Rhaegal, Viserion e Drogon a salvação de Westeros?

Para acabar… agora que estão em “segurança” está na altura de voltar para a Muralha. Mas será Thorne e companhia os deixarão passar?

Nota: 9.5/10

Maria Sofia Santos

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

mayfair witches estreia

Recomendamos