Once Upon a Time – 04×21/04×22 – Operation Mongoose
| 18 Mai, 2015
04x21/04x22 - Operation Mongoose

04×21/04×22 – Operation Mongoose

 

Contém SPOILERS. 

Neste quarto ano ano de Once Upon a Time tivemos as personagens de Frozen na primeira parte da temporada e Ursula, Maleficent e Cruella De Vil invadiram Storybrooke quando tudo parecia ter voltado ao normal. As três vilãs uniram-se a Rumplestiltskin para encontrar o Autor e escrever finais felizes para todas. O problema entre a segunda e a primeira parte foi que, enquanto que Elsa, Anna, Kristoff e até mesmo Ingrid se integraram bem na cidade, o mesmo não se pode dizer das nossas Rainhas das Trevas. Horowitz e Kitsis tinham em mão três vilãs absolutamente fabulosas, interpretadas por três atrizes para lá de talentosas e desperdiçaram-nas por completo com os dramas entre Robin Hood e Regina e a zanga de Emma com os pais. Tanta publicidade, trailers e fotos promocionais das vilãs para depois nos saber a tão pouco? Muito mal jogado.

Mas nesta season finale Isaac reescreveu a história de modo a dar finais felizes aos vilões (apesar de só ter visto Rumple e Zelena. Cruella, Maleficent e até Cora não tiveram lugar na história). Rumple era uma espécie de justiceiro e vivia feliz com Belle. Regina e Snow trocaram de papéis. Zelena estava de casamento marcado com Robin Hood. E quem é que teve que resolver esta trapalhada toda? Henry. Acho que ele teve mais trabalho nestes dois episódios no que nos outros vinte. Já era altura do rapaz ganhar destaque. A Operação Mangusto não mereceu o tempo de antena que merecia, mas claro que estava destinado a uma reescrita da história. Tudo apontava para isto. Apesar de tudo, a luta contra o tempo para impedir o casamento, salvar Emma e virar novamente a mesa foi emocionante. Ver as personagens em papéis praticamente opostos também. Estranho, mas engraçado.

Já vimos muitas vezes o lado negro de Snow. Ela é boa pessoa e boa mãe mas não é a princesinha livre de defeitos e falhas como a sua versão de desenho animado. Mas uma Snow versão Evil Queen é coisa nova! Snow e Regina trocaram os papéis e era a princesa que caçava a madrasta. Não foram revelados pormenores do conflito das duas, a querela tinha a mesma origem da história real. Foi muito divertido ver a Evil Snow e viu-se que Ginnifer Goodwin gostou tanto quanto nós. David limitou-se a fazer o que faz – quase – sempre… andar atrás de Snow. Mesmo no lado do mal, estes dois são inseparáveis.

Rumple tem, sem dúvida, o papel mais aborrecido da história. Quem diria que a balança se virasse contra ele. O vilão Rumple dá dez zero ao cavaleiro Rumple. O pormenor da chávena foi bonito mas tirando isso… Muito, muito morno.

Regina conheceu Robin Hood e foi amor à primeira vista mas, infelizmente, ele já estava de casamento marcado com Zelena. A chave para quebrar aquela espécie de maldição era impedir a cerimónia. Mas antes disso Henry ainda teve tempo de salvar Emma, que, qual Rapunzel, fora aprisionada pela própria mãe numa torre religiosamente guardada por Lily. Para tal tarefa, requisitou Hook, que trabalhava para o Barba Negra. Esse pirata também só aparece uma vez quando o rei faz anos. As personagens secundárias são tão mal tratadas nesta série…

Regina não impede o casamento mas sacrifica-se por Henry. Isto marca também o fim do reinado de Isaac enquanto Autor. Henry ocupou o seu lugar e não via ninguém melhor para tal trabalho.

Quando o mundo volta ao normal, Rumple está perto, muito perto de se tornar totalmente em Dark One, num homem incapaz de amar. O coração de Belle fala mais alto e invade a habitual festa no Granny’s para pedir ajuda. Por muito que não haja grande amor por Rumple na família Charming nem em Regina, ele não deixa de ser o pai de Baelfire, avô de Henry e marido de Belle.

Os últimos cinco minutos das season finales de Once Upon e Time costumam ser o ponto forte, que nos dá uma ideia do que vai acontecer na temporada seguinte. O Aprendiz foi chamado para salvar Rumple, aprisionando a escuridão do feiticeiro no chapéu, mas nem isso foi capaz de a controlar. Para além de Rumple (agora com um coração puro e branco) continuar em perigo de vida, o que dizer de Emma, que salvou a vida de Regina ao tornar-se na nova Dark One! Era demais para Regina, ainda por cima com o regresso de Robin Hood (pelo amor de tudo o que é mais sagrado, não tornem o Robin Hood uma personagem regular. Já temos um David, não precisamos de outro).

É irónico que toda esta metade da temporada girou à volta de tudo aquilo que Snow e David fizeram para impedir que a filha fosse para o lado das trevas e tenha acabado assim. Porém, nem tudo está perdido. Nos últimos momentos de vida, o Aprendiz aconselha os nossos amiguitos a procurarem, nada mais nada menos do que o próprio Merlin. Sim!! O mago mais popular da história vai aparecer em Once Upon a Time! Até que enfim!

Com este enorme cliffhanger, a série despede-se até ao Outono. Para o ano, peço mais Lily (que vai ficar pela cidade para procurar o paizinho), mais Will Scarlet, mais Belle, mais Henry, mais Zelena. Quero um vilão ao estilo desta última e de Peter Pan e que Rumple se salve. Quero saber o que aconteceu a Anastasia e que a Cinderella volte. Quero saber o que aconteceu a Mulan e que ela se reúna com Aurora e Phillip. Quero ver uma Emma má em todo o seu esplendor e ver o namorado e a família moverem mundos e fundos para a salvarem. Não quero ver o Rumple totalmente bom. Veremos se isso se concretiza.

Nota: 8/10

Maria Sofia Santos

Publicidade

Populares

calendário estreias

slow horses poster

Recomendamos