The Blacklist 02×16 – Tom Keen
| 24 Mar, 2015

Publicidade

2110fdb8c0674ed2ce393cf1731242e4

O que eu tenho para vos dizer hoje é:
Se eu tivesse acabado de andar de montanha russa a minha cabeça não estaria a girar tanto como está agora…

Quando confrontada com a história da bala Lizzie alega que estas provas estão a ser colocadas no local para a incriminar. Mas só Tom Keen poderá livra-la destas acusações. Para ajudá-la Ressler e Red partem para a Alemanha numa tentativa de fazer Tom entregar-se e declarar-se culpado pela morte de Eugene o polícia do porto.
Tom continua infiltrado num grupo de patriotas traficantes de droga e recusa-se a ajudar Lizzie.

Harold confronta Lizzie por esta o ter “obrigado” a mentir sobre juramento para a encobrir. Durante a discussão este acaba por ter um ataque que o deixa inconsciente.
É a sua esposa que conta a Lizzie o que se passa com ele. Mas obriga-a a prometer que nada contará aos restantes membros da equipa. Harold não suportaria sentir a pena deles.
Com a nova audiência em tribunal, Harold no hospital e apesar de o juiz ser alertado que o director geral vai intervir neste caso, nada o faz recuar.
Tudo corre como previsto até Tom entrar pelo tribunal dentro e dizer que matou Eugene. (Acho que ainda estou de boca aberta). Ele defende Lizzie com todas as suas forças….E um amor incondicional.

Se o Procurador-geral intervém num assunto que é de Segurança Nacional, sobre uma equipa que “não existe” como é que Tom poderia estar preso com ligação a uma investigação destas? Red sabia que Tom nunca pagaria por este crime.
Será que Tom também sabia? Ou o seu amor por Lizzie falou mais alto? Estaria ele disposto a sofrer as consequências para a livrar das acusações?

Para terminar este episódio improprio para cardíacos ouvimos o médico de Harold dizer-lhe que efetivamente a químico está a fazer o Tumor regredir e espero eu que isto possa ser um vislumbre do seu futuro na série.

8.2/10
Marisa Vaz

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

Clãs da Galiza Clanes Netflix

Recomendamos