Black Sails – 02×08 – XVI.
| 19 Mar, 2015

Publicidade

02x08 - XVI.

02×08 – XVI.

Contém SPOILERS. 

Uau. Parece que o Flint estava mesmo a falar a sério. Depois de alguns episódios a engonhar em Nassau, o navio zarpou em direção às Carolinas e em busca do perdão. Até que enfim que esta gente começa a mexer os rabos, porque ainda há muita coisa para resolver e apenas dois episódios por emitir! Como é que eles vão contar tudo em duas horas é um mistério, mas estou ansiosa.

Abigail: What happens if that man decides the theatre no longer serves his purposes and he lets the monsters loose?  

Gostei da viagem narrada por Abigail. A maneira como olhava para os piratas, para o propósito daquela viagem, como via Flint. A jovem viu para lá da fachada, viu que a maneira como os piratas a tratavam era demasiado boa para ser verdade, depois de todos os relatos sobre piratas feitos acerca do pai. Percebeu que era Flint quem os controlava e que um homem que conseguia influenciar ‘monstros’ daquela maneira era o homem que mais devia temer. Porém, depois declarou que sabia mais sobre Flint do que aparentava. Peter contou à filha de que odeia Flint por ter morto Lord Alfred Hamilton. Bem esperta a rapariga por ter guardado este pormenor importante quase até ao fim da viagem.

John Silver descobre por fim o poder das suas palavras. Poder dado por Flint, que sempre o incentivou a ser influente junto da tripulação. E agora Silver fez com que um dos seus aliados matasse outro com apenas um olhar. Nossa senhora, o que fará Silver agora que sabe o poder que tem? E quando é que ele está a pensar juntar-se aos outros? Não me parece que Max e Jack fiquem sentados à espera dele quando há mais cinco milhões à sua espera.

Featherstone: How in the fuck am I supposed to prepare to carry five million pieces of eight across an ocean without anybody knowing I’m doing it?

Jack e Max têm um problema. Onde é que vão guardar o ouro todo do Urca? Quando Flint o queria roubar toda a gente sabia dos seus planos mas agora está a ser tudo feito com o maior dos secretismos. Flint não é bom, mas Jack, Max e John querem encher os bolsos. (Esse facto torna tudo mais divertido. Graças a Deus que os arcos no bordel não perderam qualidade.) Como tal, trataram de esvaziar o navio de Jack, algo que não passou despercebido aos olhos e ouvidos mais atentos. A antiga Madame anda a servir de espia para Eleanor e, depois de juntar as peças do baralho, percebe que eles andam atrás do ouro. Agora, o que vai Eleanor fazer, visto que ouro roubado destruirá todos os planos dela e de Flint?! Há muito que não temos uma cena entre Eleanor e Max e, pelo menos da parte da primeira, ainda têm coisas para discutir.

O forte, o forte. Todos queriam saber o que se estava a passar dentro daquelas paredes, todos estavam mortinhos de curiosidade para saber qual fora o destino de Charles Vane após a traição de Eleanor Guthrie. Ela também estava preocupada, só não o suficiente. Nunca foi o suficiente. O que ela não esperava era que Vane já estivesse preparado para uma traição. Quero dizer, uma pessoa pode bater tantas vezes no seu cão até ele se virar para ela. Vane tomou precauções e magoou Eleanor mesmo onde dói. Eleanor e Richard podiam não ter a melhor das relações, mas continuava a ser o pai dela. E o que irá Vane fazer quando chegar a Charleston? Se as relações já estão tensas e Flint está lá em paz, como ficarão quando Vane a sua tripulação entrar lá a matar (literalmente, parece-me).

Nota: 8.5/10

Maria Sofia Santos

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

apples never fall

Recomendamos