Better Call Saul – 01×06 – Five-O
| 11 Mar, 2015

Publicidade

01X06 - Five-O

01X06 – Five-O

Eis que chega o episódio por que todos os fãs de Better Call Saul esperavam: descobrir o passado de Mike.

A personagem tão enigmática de Jonathan Banks parece em constante amargura e, já em Breaking Bad, nos fascinava o pouco que conhecíamos do mesmo. Mike, tal como a sua atitude denuncia, é um homem com um passado tristonho e que justifica a sua natureza recatada. Mike é um ex-polícia corrupto que foi vítima das suas próprias experiências ilegais no meio policial: o seu filho Matty procurava ser um oficial da justiça honesto e contra tudo e todos, permaneceu verdadeiro até ao fim, fim este que chegou mais cedo do que o previsto quando dois dos seus colegas engendram um plano para o encurralar e matar. Uma vez que os assassinos do seu filho são polícias, Mike terá que fazer justiça pelas próprias mãos mas, tudo isto, é narrado pelo próprio para envolver ainda mais o espectador.

Tornar Mike no centro de toda a essência do episódio provou ser uma estratégia emocionante e delicada, que não só dá a explicação que todos os fãs de Better Call Saul queriam, como responde a muitas questões que tínhamos da série-mãe, Breaking Bad. Saul aparece pouco no episódio, mas sempre a fazer aquilo que sabe fazer melhor: livrar um culpado de um crime que cometeu. A forma de equilíbrio entre as duas personagens culmina num momento genuíno, onde Mike é interrogado por dois dos seus colegas da Philadelphia PD, e insiste em pedir um advogado.

Em “Five-O” entramos dentro do domínio pessoal de Mike e acompanhamos a sua relação familiar após o homicídio do seu filho. A sua nora e neta são o pilar que o sustenta a nível psicológico ainda que fisicamente Mike não esteja nos seus melhores dias. A prestação de Jonathan Banks é fenomenal e a câmara de Adam Bernstein foca, em momentos prolongados, o sofrimento da personagem. Better Call Saul continua a provar que não é preciso apressar nada para criar uma narrativa sólida e genial, como a maioria das séries faz. A criação de diferentes enredos e exploração lenta dos seus intervenientes torna-a numa das mais credíveis e puras séries televisivas que tem todos os elementos necessários para obter o estatuto de excelência da série pioneira que a originou.

Nota: 9/10

Jorge Lestre

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

Clãs da Galiza Clanes Netflix

Recomendamos