Black Sails – 02×01 – IX.
| 07 Fev, 2015

Publicidade

Contém SPOILERS.

Perdoem-me por este GRANDE atraso na review, mas aqui vai ela! Praticamente um ano depois, Black Sails volta aos nossos ecrãs para a segunda temporada. A primeira foi muito…  teórica e teve pouca acção e pouco mar. Algumas piratarias.

No final da temporada, Flint e os seus companheiros partem, por fim, em busca do navio espanhol Urca de Lima. A coisa não corre muito bem. Sem Billy Bones, IX. começa com a tripulação do Walrus na praia a tentar decidir o que fazer relativamente ao tesouro e à inesperada companhia. Então decidem invadir o navio espanhol e reclamar como seu. Flint é uma personagem que ainda não decidi se gosto ou se adoro, mas não há dúvida que é um líder. Mais ninguém naquela tripulação iria lembrar-se de tal plano. Não com Gates e Billy fora do plano.

John Silver propõe-se imediatamente a ir com o ex-capitão. Gosto dele, sempre gostei. Faz tudo para salvar o pescoço, mas às vezes ainda consegue surpreender as pessoas. Ele e Flint são uma bela dupla. São ambos extremamente inteligentes, Flint tem a força física e John possui aqueles esquemas que só mesmo ele para os engendrar.

As cenas no navio foram excitantes e bem-feitas e, apesar da chegada dos marinheiros do Walrus para salvar a pele a John e a Flint não ter sido surpreendente, não tirou o entusiasmo das cenas. No fim, John disse as palavras que todos estávamos a pensar…

John Silver: I don’t believe you did any of this for a pardon or a passage to Nassau or be able to walk away from anything. I think you intend to reclaim your captaincy. I think you intend to take control of this ship. And I think you intend to return to that beach, armed to the teeth and seize every last ounce of gold off of it. And I think you’re going to need my help to do it. Tell me I’m wrong.  

Não sei porquê, mas tenho a impressão que Flint tem alguma carta na manga. Sabemos que Billy não pode ter morrido (afinal, esta série é uma prequela da obra inglesa A Ilha do Tesouro e Billy Bones é um dos protagonistas – a não ser, claro, que eles estejam a mudar totalmente a história, embora ache pouco provável), por isso, será que ele anda a fazer viajar a praia? Claro que isto é tudo especulação, mas não faz mal conjeturar um bocadinho…

Em Nassau, as coisas não andam fáceis para Jack. Depois do desastre das pérolas, ele é sovado todos os dias. Quando é que ele vira o jogo? Ele é um pirata, raios! Vai aguentar esta humilhação por muito mais tempo?

Já Eleanor anda a perder a paciência com Vane (e ele provoca-a e provoca-a…), que controla o forte de New Providence e já anda a pensar no que fazer com o tesouro de Flint. Se eles soubesse…

E o que dizer deste Ned Low? É diferente de Vane e Flint porque parece-me que reúne o pior que há nos dois capitães. Eleanor não ficou muito impressionada mas percebeu que Low é uma ameaça ao controlo frágil que ela mantém na ilha.

Para finalizar, o que dizer de Anne e Max? Não posso dizer que tenha ficado surpresa…

Foi um bom regresso, com muita acção. Não houve momentos mortos e ficamos a ansiar pelo próximo. Que isto continue assim para superar a qualidade da primeira temporada!

Nota: 9/10

Maria Sofia Santos

Publicidade

Populares

estreias calendário séries março 2024

interview with the vampire

Recomendamos