Homeland – 04×11 – Krieg Nicht Lieb
| 16 Dez, 2014

Publicidade

04x11 - Krieg Nicht Lieb

04×11 – Krieg Nicht Lieb

Contém SPOILERS!

Tal como havia referido na semana passada, acreditava que o final desta temporada fosse focado na busca de Quinn por Haqqani, a fim de obter a tão desejada vingança.

Como vimos ele foi amealhando alguns telemóveis pertencentes aos homens de Haqqani, a fim de conseguir a localização do terrorista. O plano acabou por dar resultado, contando ainda com a ajuda de uma conhecida pertencente à embaixada alemã.

Agora que Quinn tem em sua posse a localização de Haqqani, há que preparar um plano para o conseguir matar. Uma vez que ele não consegue entrar dentro do complexo onde o terrorista está, nada melhor que o atrair para fora.

E qual foi a ideia que Quinn teve? Utilizar a morte de Aayan, a fim de promover uma manifestação mesmo em frente ao local onde Haqqani está escondido.

Claro que não poderiam faltar os confrontos entre as duas partes da manifestação, com a polícia metido ao barulho. É no meio de toda esta confusão que ele consegue colocar uma bomba, feita por ele próprio, mesmo em frente ao portal de saída do complexo.

Mas Carrie anda por perto e quer resgatar Quinn do que ela diz ser uma missão suicida. Inicialmente até concordava com esta visão mas há que dar o mérito a Quinn pelo excelente plano que ele orquestrou.

Carrie ao saber que uma manifestação foi convocada para aquele local, bastou-lhe juntar um mais um para perceber que aquilo tinha o dedo de Quinn.

Nesse mesmo local está Khan e o seu exército paquistanês. Mais uma vez vemos a proteção que o ISI está a dar a Haqqani, sendo mesmo referido que nada poderia acontecer ao terrorista ou Khan teria de acarretar com consequências.

A presença de Carrie no local acabou por impedir que Quinn detonasse a sua bomba. Ela fê-lo ver que caso fosse para a frente com o seu plano não teria como sair daquele local ileso. Mas a verdade é que mesmo Carrie não conseguiu ver Haqqani passar à sua frente sem ter qualquer sede de vingança. As imagens da morte de Aayan continuam bem presentes na memória de Carrie.

Quando ela se preparava para matar Haqqani, Khan impede-a de o fazer alertando-a para a companhia de Haqqani. Quem estava dentro do mesmo carro que o terrorista era Dar Adal, para surpresa de todos.

Mas afinal o que faz Dar Adal na companhia de Haqqani? Aquele que foi um dos homens de maior confiança de Saul, enquanto este esteve à frente da CIA, parece ter mudado para o lado do inimigo.

No restante do episódio ficamos a saber que Lockhart está na corda bamba enquanto chefe da CIA. Não acaba por ser grande novidade, já que Lockhart nunca reuniu muito consenso enquanto chefe da CIA e depois de todos os fracassos em Islamabad isto era algo previsível.

Outro acontecimento que não me chocou foi a morte do pai de Carrie. Já todos sabiam que o ator que interpretou esta personagem havia morrido. Como tal este acaba por ser um final mais aceitável para a personagem do que pura e simplesmente desaparecer da narrativa.

Estamos a uma semana do final de mais uma temporada de “Homeland”. Com o terreno que foi agora preparado, o que esperam do próximo episódio? Será que Haqqani vai acabar mesmo por morrer? Ou conseguirá ele sair ileso de tudo isto? Deixem-nos as vossas expectativas.

Nota: 7.5/10

Carlos Oliveira

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

station 19 abc

Recomendamos