Criminal Minds – 10×01 – X
| 05 Out, 2014

Publicidade

10 x 01 – X

Uma das melhores equipas de televisão está de volta na 10ª temporada de Criminal Minds e com uma cara nova (e muito experiente), Kate!

O primeiro episódio da nova temporada começa com a descoberta de um corpo sem cabeça e membros. A equipa identificou-o como sendo vestígio do terceiro assassinato de um possível serial killer que toma especial atenção em remover tudo o que possa identificar os corpos, daí o ato de separar o torso do resto do corpo. Parece um caso relativamente intrigante, mas quanto mais próximos estamos do fim do episódio, mais razões temos para deduzir que o tema abordado neste episódio irá ressurgir mais tarde na temporada.

Por falar no fim do episódio: se ainda não o viste, atenção aos spoilers!

Quando prendem que um homem de família tem a posse de múltiplas pernas de vítimas, descobrem que comprou-as na Internet (E eu a pensar que pornografia infantil era a parte mais assustadora da Internet nesta série…). Quando finalmente vemos a cara do assassino, que não parece ter nenhuma compaixão para com as vítimas até o momento em que a última pessoa raptada pelo serial killer decide “seduzir” – de alguma forma – para tentar fugir, o que foi uma grande surpresa para mim porque, na minha opinião, qualquer outra pessoa entraria em depressão e aceitaria que iria morrer. No fim, tudo corre bem, a última vítima consegue fugir, no entanto a pobre menina irá viver sem um braço para o resto da vida…

No fim, porém, descobrimos que o serial killer, as suas vítimas e o arrepiante coleccionador de pernas humanas são apenas partes ínfimas de uma rede enorme de raptores, assassinos, necrófilos, e leilões de partes de corpos. Eca.

Paralelamente ao caso, o episódio concentra numa pergunta feita pela nova personagem Kate, a nova adição à Unidade de Análise Comportamental: como é que a esquadra resolve casos horrendos todas as semanas (que na minha opinião fazia com que qualquer pessoa ficasse com medo até do amigo mais próximo), e ao mesmo tempo manter-se são? A pergunta é respondida ao longo do episódio – Garcia tem problemas de sono, Derek não se deixa ficar perturbado com as várias cicatrizes que tem e Hotch por vezes não consegue desfechar certos casos (como o deste episódio), e deixa-nos com a impressão de que esforça-se para avançar para o próximo caso.

Gostei da maneira como introduziram a Kate quase às pressas, pois a agente tem experiência suficiente para trabalhar no grupo, e lentamente simpatiza-se com Kirsten, Derek  e Rossi. Kate é eficiente, não tenta provar-se ser competente (A sessão de boas-vindas prolongou-se ao longo do episódio de tal maneira de que no fim já temos a impressão de que Kate faz parte da equipa. Todos nós adoramos a Blake, mas como a “desaparecimento” abrupto de personagens é  comum na televisão, principalmente em séries como Criminal Minds, que já vai na 10ª temporada, não fiquemos afetados pela mudança brusca no elenco. Só espero que a Kate não seja o tipo de agente que está em perigo a cada dois episódios, como aconteceu neste première.

Gostei também dos atores convidados (Kerr Smith é arrepiante, Eric Prentzel ainda mais!), da introdução de Kate Callahan. A temporada certamente começou em grande!

8/10

Cátia Neto

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

the boys 4 homelander poster prime video

Recomendamos