Arrow – 02×20 – Seeing Red
| 26 Abr, 2014

Publicidade

arrow02x20

02×20 – Seeing Red

Vigésimo episódio de Arrow e faltando agora apenas três para o final da temporada, a série continua com os níveis de audiências em queda, há vários episódios. Nem o aproximar do final de temporada tem conseguido inverter essa tendência. Mesmo que no capítulo da qualidade, a série esteja uns furos acima da maior parte dos episódios que foram emitidos esta temporada.

Na semana passada, vimos mais uma jogada de mestre de Slade ao envolver Roy na criação do seu exército. É caso para dizer que Oliver semeou isto, ao mandar o rapaz embora, ficando distante do seu controlo. Mas as prioridades do Vigilante sempre me pareceram desfasadas da realidade. O mundo prestes a desabar, a família está destruída, os bons da fita não fazem a menor ideia do que poderão fazer para impedir um ataque de Slade, mas Oliver arranja tempo e tranquilidade para estar no mel com Sara. Enquanto isso, Roy foge do quartel general da equipa Vigilante, sob a guarda de Felicity e Diggle. O rapaz mostra sinais de completo descontrolo, acertando em tudo e todos. Inclusive amigos. A situação torna-se delicada quando o seu objetivo é eliminar Thea, que tenta ajuda-lo. Mas como é hábito, a miúda está noutra página. Muito inocente.

Entretanto, a guerra aberta entre Moira e Thea é resistente. E esse conflito já está a afetar a campanha política. De tal forma que Moira pretende abandonar a campanha para se dedicar à reconquista dos filhos. Só não percebo o porquê de comunicar ao seu adversário político, Sebastian Blood. Quer dizer, até posso aceitar o argumento dela quando diz que comunicou por cortesia. Não compreendo é a abertura que ela demonstrou ao dizer a Blood que estava a abandonar a campanha por causa da filha. Por acaso são amigos ou coisa que se pareça?

Por falar em Moira, ela revela a Oliver que sabe que ele é o Vigilante. Aliás, já sabe há bastante tempo. Não percebi foi como ela ficou a saber. E com o desfecho deste episódio, muita coisa fica por revelar.

Quanto a Slade, só deu um ar da sua graça já na fase final do episódio. E, como tem sido hábito, com estrondo. Oliver é colocado face a um dilema semelhante ao que teve no passado, quando Shado foi morta. Slade quer destruir Oliver um pouco de cada vez e é preciso dar mérito ao trabalho de casa dele. E até já deixou um aviso quando disse que há mais uma pessoa que tem de morrer nesta vingança. As minhas fichas estão na Sara, pois foi ela que foi salva em detrimento de Shado. Faz sentido que o Sr. Wilson a queira matar.

Sara abandona a equipa dizendo que vai visitar um velho amigo. Como ela estava com o discurso do “eu sou uma assassina, bla bla bla”, tenho um feeling que ela vai procurar a Liga de Assassinos. Pura especulação.

O episódio já estava a aborrecer-me há algum tempo. Pouco entusiasmante, apesar da ação. Mas o reaparecimento de Slade e a forma como o fez acabou por salvar a semana.

Nota: 7/10

Ricardo Almeida

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

the boys 4 homelander poster prime video

Recomendamos