Sex/Life foi renovada para uma 2.ª temporada pela Netflix.

A série conta a história de um triângulo amoroso entre uma mulher, o seu marido e o seu passado e reflete um novo e provocador olhar sobre a identidade e o desejo femininos. Billie Connelly (Sarah Shahi) nem sempre foi uma dona de casa e mãe dos subúrbios. Antes de ter casado com o carinhoso e fiável Cooper (Mike Vogel) e de se ter mudado para o Connecticut, era uma rebelde de espírito livre que levava uma vida de trabalho e hedonismo em Nova Iorque com a sua melhor amiga, Sasha (Margaret Odette).

Agora, exausta de tomar conta dos filhos pequenos e tomada por um sentimento de nostalgia em relação ao seu passado, Billie começa a fantasiar no seu diário sobre as aventuras sexuais com o sensual ex-namorado, Brad (Adam Demos), o grande desgosto amoroso que nunca ultrapassou verdadeiramente. No entanto, quanto mais se recorda, mais Billie se questiona quanto à forma como chegou a tal ponto e é então que o marido descobre o diário.

O serviço de streaming revelou também que Sex/Life foi vista em cerca de 67 milhões de casas nas quatro primeiras semanas desde a estreia da série. Assim sendo, consegue o feito de terceiro original mais visto da plataforma, atrás de Bridgerton e The Witcher.