Alice in Borderland, o original da Netflix baseado na manga – banha desenhada à japonesa – homónima de Haro Aso, foi renovado para 2.ª temporada duas semanas depois da estreia.

Esta série é um thriller psicológico que acompanha Ryōhei Arisu (Kento Yamazaki), um jovem que vê a sua vida demasiado normal e aborrecida mudar completamente devido à sua obsessão por jogos de vídeo. Um dia, num festival, este jovem deseja poder viver num mundo mais excitante do que o seu e este desejo acaba por concretizar-se, levando Ryōhei e dois amigos, Karube e Chota, a um mundo paralelo, onde a sua sobrevivência, numa luta contra o tempo, está dependente do resultado de vários jogos.

Alice in Borderland é já o original japonês mais popular da Netflix, tendo feito sucesso não só no país de origem, mas também um pouco pelo continente asiático, incluindo Filipinas, Malásia, Singapura, Tailândia, Taiwan e Vietname. A série alcançou ainda o Top 10 das mais vistas em quase 40 países/territórios, nomeadamente em Portugal, na Alemanha, França, Áustria e Grécia.

A banda desenhada é constituída por 18 volumes e foi publicado entre os anos de 2010 e 2016. Além dos livros, existiu também uma minissérie de animação que decorreu entre 2014 e 2015.