Liam Neeson, mais conhecido por vestir a pele de Qui-Gon Jinn, um Mestre Jedi, na saga de filmes Star Wars, excluiu a possibilidade de fazer uma participação especial na série Obi-Wan Kenobi, uma nova aposta do Disney+. O ator marcou presença no programa Jimmy Kimmel Live! e confessou que “soube que Ewan McGregor ia fazer uma série”, mas que não tenha sido contactado.

Neeson interpretou o mentor de Obi-Wan na longa-metragem de 1999 Star Wars: Episode I – The Phantom Menace, realizada por George Lucas. Apesar do forte elo de ligação entre as duas personagens, é pouco provável que os dois atores partilhem o pequeno ecrã na nova série. De acordo com a narrativa do filme, Qui-Gon Jinn morre às mãos de Darth Maul, mas vários projetos antigos do franchise chegaram a divulgar imagens fantasma de personagens dadas como mortas.

Em jeito de brincadeira e para acabar definitivamente com os rumores, Neeson afirmou que os produtores “não têm dinheiro suficiente” para o fazer participar na série. O tópico de conversa surgiu numa altura em que ator promovia o seu filme mais recente, The Icy Road. No entanto, Kimmel não pareceu muito convencido com a resposta do ator, admitindo que este “poderia facilmente estar a mentir”.

O elenco de Obi-Wan Kenobi, liderado por Ewan McGregor, tem vindo a ganhar forma e já estão confirmados nomes como: Maya Erskine, Hayden Christensen, Joel Edgerton, Bonnie Piesse, Moses Ingram, Kumail Nanjiani, Indira Varma, Rupert Friend, O’Shea Jackson Jr., Sung Kang, Simone Kessell e Benny Safdie.