A atriz Gina Carano, que deu vida à personagem Cara Dune nas duas temporadas do spin-off de Star Wars, The Mandalorian, não vai regressar à série. Num comunicado de imprensa da Lucasfilm, partilhado na noite da passada quarta-feira, a produtora anunciou que a atriz já não trabalha para a empresa e que não há planos para que essa situação seja revertida no futuro. “Os seus comentários nas redes sociais a denegrir pessoas com base na sua cultura ou religião são abomináveis e inaceitáveis”, afirmou um porta-voz da Lucasfilm.

Numa publicação do Instagram que já não está disponível, Gina Carano escreveu: “Os judeus foram espancados nas ruas não por soldados nazis, mas pelos próprios vizinhos… Até por crianças… Uma vez que a História é alterada, a maior parte das pessoas não entende que para chegar ao ponto em que os soldados nazis conseguiam facilmente agrupar milhares de judeus, primeiro o governo fez com que os seus próprios vizinhos os odiassem simplesmente por serem judeus. Onde está a diferença entre isso e odiar alguém pela ideologia política que defende?”

Este comentário da atriz surge na sequência da divisão política vivida atualmente nos Estados Unidos da América entre democratas e republicanos, comparando-a ao anti-semitismo levado a cabo pelos nazis, durante a década de 1930. Esta não é, contudo, a primeira vez que Gina Carano se vê envolvida em controvérsias nas redes sociais. A atriz foi acusada de transfobia depois de ter colocado na sua biografia do Twitter as palavras “beep/bop/boop”, ridicularizando as pessoas que salientam os pronomes com que se identificam. Mais tarde, Carano referiu-se à situação dizendo que Pedro Pascal, protagonista de The Mandalorian, a ajudou “a entender porque é que as pessoas os estavam [pronomes] a colocar  nas suas biografias”. “Antes não sabia, mas agora já sei. Não os vou colocar na minha biografia, mas boa para todos os que optam por fazê-lo”, escreveu a atriz.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, em novembro, Gina Carano tinha partilhado teorias da conspiração relacionadas com o resultado das eleições presidenciais norte-americanas de 2020, ridicularizou as pessoas que usam máscara como forma de proteção contra a COVID-19 e incentivou igrejas e lojas a reabrir durante a pandemia.

No passado mês de dezembro foi anunciado pela Disney que dois novos spin-offs da saga Star Wars estavam a caminho do seu serviço de streaming: Ahsoka e Rangers of the New Republic. Este último poderia ser uma oportunidade para a personagem Cara Dune, mas a produção, sobre a qual não se sabem ainda quaisquer pormenores, irá avançar sem Gina Carano.