Carly Hughes, co-protagonista da série American Housewife, vai deixar o elenco da série, alegando discriminação e um “ambiente tóxico”.

As alegações de Hughes desencadearam uma investigação por parte da produtora ABC Signature, o que resultou acabou com a criadora da série, Sarah Dunn, e o produtor Mark J. Greenberg, a abandonarem as suas funções nos bastidores. Os showrunners de American Housewife, Kenny Schwartz e Rick Wiener, também foram submetidos a um treino de sensibilidade como parte das “mudanças positivas” que o estúdio fez para mudar a ‘cultura’ da série.

“Já não conseguia trabalhar no ambiente tóxico que foi criado em American Housewife. Tomei a decisão de sair para me proteger desse tipo de discriminação. Como mulher negra no entretenimento, sinto a responsabilidade de defender o que mereço, o que todos merecemos, sermos tratados com igualdade”, disse a atriz num comunicado. “Desejo boa sorte à série e estou entusiasmada por este novo capítulo e poder perseguir as oportunidades que se avizinham.”

Hughes, que interpretou Angela, uma das melhores amigas da personagem central, Katie Otto (Katy Mixon), fez parte do elenco principal das primeiras quatro temporadas de American Housewife, mas o seu envolvimento na série terminou no episódio de estreia da 5.ª temporada.

Em comunicado, um porta-voz da série revelou que “Carly era um membro valioso do elenco” e que esperavam “que voltasse à série esta temporada. As preocupações que ela levantou levaram a mudanças positivas no local de trabalho e a melhoria, mas” respeitamos a decisão que tomou de seguir em frente. Desejamos-lhe o melhor.”

Hughes é o segundo membro original do elenco de American Housewife a partir nos últimos meses. Julia Butters (Once Upon a Time in Hollywood) também deixou a série antes da 5.ª temporada e o seu papel de Anna-Kat Otto foi entregue a Giselle Eisenberg.