Há duas baixas em Bull: uma é o showrunner da série, Glenn Gordon Caron, e a outra é um dos elementos principais do elenco, Freddy Rodriguez.

As informações apontam para a saída de Caron como uma consequência do fim do acordo deste com a CBS, mas há sites que estão a avançar que se trata de um afastamento no seguimento “de uma investigação interna” por parte da produtora CBS Studios depois de vários “argumentistas se terem despedido da série quando terminou a produção da temporada 5”, tendo acusado Caron de “fomentar um ambiente de trabalho desrespeitoso”. As circunstâncias da saída de Rodriguez da série não são conhecidas e a CBS não fez quaisquer comentários em relação a nenhum dos casos, apesar de ter confirmado que os dois não continuarão a fazer parte da equipa e elenco de Bull.

Kathryn Price e Nichole Millard, argumentistas e produtoras executivas da série, vão ser as novas showrunners, a partir da 6.ª temporada.

As saídas de Gordon Caron e Freddy não são a primeira controvérsia em Bull, visto que, há cerca de dois anos, Eliza Dushku, que ia integrar o elenco regular, acusou Michael Weatherly, o protagonista, de comentários sexuais impróprios.

Bull centra-se no Dr. Jason Bull, cujo trabalho passa por estudar os jurados dos julgamentos e vencer casos em tribunal, com base no estudo individual e sociológico de cada membro do júri.