Já aqui mostramos várias curiosidades de séries e desta vez iremos partilhar algumas de Dexter. Curiosos para as conhecer? Vamos a isso!

1. A premissa da série é baseada numa saga de livros da autoria de Jeff Lindsay. O primeiro volume (de um total de 8), Darkly Dreaming Dexter, serviu de base para a 1.ª temporada. Nas temporadas seguintes também há algumas referências a material dos livros, mas a história distancia-se do original.

2. O realizador e produtor Michael Cuesta abordou Jeremy Renner para interpretar Dexter, mas o ator recusou o papel porque não queria voltar a dar a vida a um assassino em série depois do seu papel em Dahmer.

3. O nome do personagem principal, Dexter, é uma palavra latina que significa ‘mão direita’. Jeff Lindsay confessa ter escolhido precisamente esse nome por ser o oposto de ‘sinistro’, refletindo assim a aparente normalidade da personagem à superfície.

4. Debra Morgan (interpretada por Jennifer Carpenter) é conhecida por praguejar frequentemente. Segundo uma contagem feita por fãs, terá usado a palavra “fuck” 996 vezes ao longo da série.

5. Inicialmente, Julie Benz, que viria a interpretar Rita Bennett na série, fez audições para o papel de Debra Morgan.

6. David Zayas, que dá vida a Angel Batista, um detetive que se tornou sargento, trabalhou mesmo como polícia no Departamento de Polícia de Nova Iorque antes de se tornar ator. Zayas também serviu na Força Aérea dos Estados Unidos.

7. Dexter usa frequentemente identidades falsas que são referências a livros de Bret Easton Ellis e às suas adaptações cinematográficas. Recorde-se que Ellis foi quem escreveu American Psycho, uma obra sobre um jovem bem-sucedido que ninguém julgaria que fosse um psicopata.

8. Certa vez, durante as filmagens, Michael C. Hall bateu com o Slice of Life, o barco que Dexter possui, causando uma série de estragos no veículo. Curiosamente, o barco tem esse nome como uma espécie de piada, uma vez que ‘slice’ faz alusão ao uso de lâminas.

9. Estava previsto que Ray Stevenson, que deu vida a Isaak Sirko, entrasse em mais episódios, mas o seu calendário em Thor: The Dark World, só permitiu que fizesse nove.

10. A ideia original era que Dexter morresse no final da série, mas a Showtime não permitiu isso.