8x09 - The Septum Deviation

8×09 – The Septum Deviation

 

Contém SPOILERS.

Estava com um certo receio deste episódio. O último foi tão bom que estava mesmo a ver que a qualidade deste não iria corresponder à expetativa. Afinal, esta oitava temporada teve um começo inferior daquilo a que estávamos habituados em “The Big Bang Theory”.

Para além da mãe, do seu lugar e de Amy, Sheldon nunca reconheceu verdadeiramente o seu afeto por nenhum dos seus amigos (ainda fico à espera que ele confesse a Penny o quanto gosta dela), exceto Leonard. Como tal, fica nervoso e preocupado com a possibilidade de algo correr mal durante a cirurgia e arma-se em Sheldon a exagerar em todos os aspectos e mais algum. Tanto que Leonard é chamado mais cedo para a cirurgia e têm que enganar Sheldon. Gostei bastante no foco na amizade dos dois e na combinação da personalidade obcecada de Sheldon com a preocupação com o seu melhor amigo.

O final desta história não podia ser melhor. Sheldon acaba por descobrir que Leonard está a ser operado e, enquanto ele, Amy e Penny esperam há um pequeno tremor de terra. Ri-me bastante ao ver os dois amigos sentado no sofá com o nariz partido. Muito bom.

Já Howard, Raj e Bernadette tiveram a sua própria história. Os pais de Raj vão separar-se (isto significa que se acabaram as hilariantes chamadas por skype do casal! Nãããão.) e isso faz Howard e Bernadette pensarem na sua própria relação. As picardias entre o casal foram engraçadas mas foi mais do mesmo. Já os vimos chateados mil vezes sempre pela mesma razão. Não será altura de arriscar um bebé? É normal que os produtores tenham medo de lançar esta história (assim como têm medo de casar Leonard e Penny) porque foge muito ao que tem sido feito até agora, mas seria uma boa novidade (desde que seja bem feito, claro).

Que esta temporada continue assim. Foi um episódio recheado de humor, algo que tem faltado um pouco nos primeiros. Só gostava que a namorada de Raj aparecesse mais vezes! Continuo com a sensação que não têm aproveitado esta personagem como merece…

Nota: 8.5/10

Maria Sofia Santos