Morangos com Açúcar – 01×01 – O Regresso
| 23 Out, 2023
7

Publicidade

O Colégio da Barra faz 20 anos e, para celebrar a data, o diretor Crómio Valter Matoso (Tiago Castro), decide preparar uma festa especial, com uma novidade que promete entusiasmar os alunos, mas algo acontece durante a festa e no dia seguinte surge a notícia de que Carolina desapareceu.

Assim começa o regresso de Morangos com Açúcar, mas o que é verdadeiramente o episódio? Para quem se mostra receoso em ver esta série, acho que não deve ter medo de ver, uma vez que, efetivamente, não são os Morangos com Açúcar que conhecíamos, mas a essência está lá.

Quando pensamos o que é a série Morangos com Açúcar, o que temos exatamente em mente? Pelo menos, no meu caso, a ideia que me surge é um retrato da juventude e bem sabemos que o mundo mudou muito nestes últimos 11 anos e, devido a isso, a série teve de evoluir.

Este novo Colégio da Barra parece que não mudou muito e continuamos a ver a divisão entre dois grupos que não se entendem, sendo que a principal diferença é a presença das redes sociais. Tal como Kika (Beatriz Frazão) nos diz: “No colégio da barra ou és influencer ou és invisível”.

Para quem pensa que este reboot é uma espécie de Élite portuguesa, deve dar uma oportunidade, pois, como vemos no primeiro episódio, existem referências e semelhanças ao que era a série original, por exemplo: Olívia (Madalena Aragão), em diversos aspetos, faz lembrar Matilde (protagonista da 3.ª temporada), principalmente na sua família disfuncional e no modo como se vê forçada a resolver todos os problemas que existam com os irmãos. Outro aspeto dos antigos Morangos é a forma como a série não se foca apenas no desaparecimento de Carolina e decide seguir a vida dos restantes alunos do Colégio da Barra, mostrando o dia a dia dos adolescentes portugueses e revelando as suas preocupações e dramas, que por vezes podem ser infantis.

Quem se lembra da 3.ª temporada da série original, sabe que Matilde escrevia um blogue e se intitulava Moranguita. Como os adolescentes já não escrevem blogues, agora optaram pela criação do podcast Morangos com Açúcar, em que Kika, a nossa narradora (sim, é verdade, agora temos uma narradora para nos guiar na história), revela os segredos dos alunos do Colégio da Barra. Na minha opinião, isto será a razão por alguns problemas que Kika certamente terá.

Apesar do novo elenco se mostrar uma excelente adição à história e ser capaz de manter a atenção do espectador, toda a gente vai querer saber o que aconteceu a Carolina, ao mesmo tempo que tenta decidir se torce pelo sucesso da rainha do Colégio da Barra, Gabi (interpretada por Margarida Corceiro), ou pelo sucesso do relacionamento de Miguel (Vicente Gil) e Olivia. Penso que seja este último aspeto que vá cativar a atenção dos espetadores mais antigos, pois na série original a relação dos protagonistas era a parte mais popular. É necessário relembrar que, à semelhança da 9.ª temporada da série original, aqui existem três protagonistas e, como tal, a atenção não será toda focada em Miguel e Olivia, mas sim partilhada com Gabi.

Outro aspeto que me manteve entusiasmado por este reboot foi a possibilidade de rever como é que estariam as personagens já conhecidas do público e é possível ver que todos, com exceção de Simão (Pedro Teixeira), parecem estar iguais, por isso as pessoas facilmente se vão entusiasmar a acompanhar esta nova fase da vida de Valter Matoso, que ainda tenta impor respeito e ver-se livre da alcunha Crómio, e de Soraia Rochinha (Rita Pereira), que agora é mãe e presidente da Associação de Pais, facto que promete vir a dar muitas dores de cabeça a Crómio.

De forma a concluir a review do regresso de Morangos Com Açúcar, na minha honesta opinião, este episódio surpreendeu-me. Quando o Séries da TV recebeu o convite para o visionamento do primeiro episódio, aceitei com receio pelo que iria ver, mas aquilo que me esperava era genuinamente bom e, tal como os restantes que estavam presentes, fiquei agarrado ao ecrã com entusiasmo para saber o que iria acontecer a seguir. O argumento revela-se bem pensado e trabalhado, sendo capaz de trazer alguns momentos de nostalgia aos espectadores mais antigos. Para além disso, o nível de qualidade destes novos atores revela-se superior e mais exigente em comparação ao que víamos na série original. Na questão das semelhanças com Élite, é impossível negar que existam algumas, mas como disse anteriormente, o mundo evoluiu e a vida dos adolescentes já não é igual, de modo que a mudança de paradigma tenha obrigado a modificar certos detalhes. No entanto, é possível verificar que a essência do que era Morangos com Açúcar continua a existir, tendo assim possibilitado a criação de uma nova série que foi feita a pensar na nova geração, mas também na geração mais velha que cresceu a ver a original.

Podes acompanhar este regresso de Morangos Com Açúcar na Prime Video (a temporada completa vai ficar disponível durante o dia de hoje) e na TVI, com episódios semanais, às 21h30. Relembramos que este reboot tem previstas, até ao momento, três temporadas.

7
7
Interpretação
7
Argumento
7
Realização
7
Banda Sonora

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

Clãs da Galiza Clanes Netflix

Recomendamos