House of the Dragon – 01×04 – King of the Narrow Sea
| 14 Set, 2022
9.45

Ainda que o novo episódio de House of the Dragon se chame King of the Narrow Sea, fazendo alusão ao novo título que Daemon ganhou após a vitória do último episódio, este foi, na minha perspetiva, muito mais focado em Rhaenyra. Percebo que parte do enredo foi um jogo de Daemon e que ele foi um ativo participante do episódio, mas há demasiados momentos importantes na vida desta mulher Targaryen para sequer considerar que ele teve destaque.

Toda a temática do episódio foi importante e bastante relevante, desde as partes mais antiquadas como ela ter de escolher um marido, às partes mais atuais onde ela ainda precisa de defender a sua honra e esperar que a sua palavra enquanto mulher valha de algo. Foi um episódio de evolução e de também algumas respostas. O que antes me incomodava em relação aos saltos temporais, desta vez pouco se fez sentir. Além disso, informações que eu já pedia desde que Alicent se tornou rainha foram finalmente entregues. Embora a relação de Rhaenyra com ela tenha sofrido alterações, não foi este acontecimento que separou as amigas, sendo que elas partilharam, neste episódio, pelo menos duas cenas impactantes que fazem o espectador perceber o laço que as une. Embora saibamos que Alicent fez por se aproximar do rei, também sabemos que foi tudo por insistência do seu pai. E, no fim, a decisão de casar foi somente de Viserys, pois ninguém pediu consentimento a Alicent. Rhaenyra está já muito à frente para a sua época, e agora que analiso isto, nem fazia sentido ter questionado se a sua relação mudaria perante Alicent, mas sim perante o seu pai, que simplesmente decidiu casar com a sua amiga. Ainda assim, gostava de saber que tipo de relação estabelece Rhaenyra com os seus meios-irmãos, mas talvez no futuro a série fornecerá esse detalhe.

O episódio foi muito focado no papel da mulher naquele tempo enquanto figura real, mas também apenas enquanto figura feminina. Desde cedo que Rhaenyra desdenhou todas as tradições e restrições impostas à mulher, por isso, tudo o que aconteceu neste episódio não surpreendeu ou chocou, mas era esperado. Desde a rejeição dos seus pretendentes, à sua saída com Daemon e ao culminar com o Ser Criston Cole, Rhaenyra agiu conforme os princípios da igualdade entre homem e mulher que para a altura não funcionavam.

Não deixo de crer que tudo isto foi, de facto, um plano de Daemon para destabilizar mais uma vez Viserys, o que me deixa triste, pois eu via algum carinho na forma como ele olhava Rhaenyra. Aliás, acredito que ainda lá esteja, visto que não levou o plano totalmente a cabo. No fim, acabou por despertar a protagonista em relação aos prazeres aos quais ela tem direito. Assim, podemos ver de um lado uma protagonista feminina a aproveitar o sexo da melhor forma, e do outro, uma figura feminina que nem suspeita que pode, de facto, sentir prazer durante o ato, ou até mesmo consentir o mesmo.

Mesmo que Alicent tenha de cumprir o seu papel, por muito que goste do seu pai e por muito que pareça conservadora, ela escolhe acreditar em Rhaenyra. Já Viserys, perante Otto defende a filha cegamente, mas prossegue contra Daemon e sem querer sequer ouvir a versão de Rhaenyra, culminando no envio de um chá que evita a gravidez.

Neste episódio, Rhaenyra mostra que sabe jogar e que sabe que lugar deve ocupar, mesmo que envolva esconder aspetos da sua vida privada. Ao concordar em casar com Laenor Velaryon, o filho de Corlys, exige que o seu pai faça algo em relação a Otto, pois desde o início que este tem conseguido levar todos os seus interesses avante, e caso não seja parado, Rhaenyra poderá sofrer as consequências de este desejar que Aegon seja o sucessor. Falta saber, será Rhaenyra tão honrável como o seu pai nas suas palavras?

Gostei bastante deste episódio, pois embora lento, todos os acontecimentos e diálogos me cativaram, e recebi respostas e momentos (Daemon e Rhaenyra) pelos quais desejava há algum tempo. No meio de tudo isto, ainda consegui ser surpreendida pela forma como Alicent defendeu Rhaenyra e pela forma como Rhaenyra se envolveu com o Ser Criston Cole. Por fim, a pequena aventura de Daemon e Rhaenyra foi bastante divertida e foi bom ver como o povo encara a situação da sucessão. Toda a cinematografia escura passou exatamente a mensagem de que estavam a fazer algo secreto.

Esperemos que o próximo episódio nos continue a surpreender e que nos leve cada vez mais à frente na história!

House of the Dragon - 01x04 - King of the Narrow Sea
9.45
9.5
Interpretação
9.5
Argumento
9.5
Realização
9
Banda Sonora

Publicidade

Populares

Conversations With Friends

calendário estreias

new amsterdam 5 poster

Recomendamos