Grey’s Anatomy – 13×05 – Both Sides Now
| 22 Out, 2016

[Contém spoilers]

Agora sim! Este Both Sides Now representou uma clara melhoria em relação aos episódios anteriores desta temporada de Grey’s Anatomy, introduzindo um novo plot, dando-nos um intervalo de outros que começam a ficar desgastados, e trouxe casos médicos interessantes, tudo isto combinado com alguns momentos engraçados.

Um intervalinho no drama de Alex era aquilo de que Grey’s Anatomy precisava neste momento, abrindo espaço para se centrar um pouco em Amelia e remetendo-nos para acontecimentos de Private Practice. Esta possível gravidez de Amelia não tocará muito aqueles que não acompanharam o spin-off, mas quem assistiu a tudo o que aconteceu sabe o quão complicado foi. Realmente Amelia contou a Owen da morte de Ryan por overdose, mas nunca lhe contou que esteve grávida, que o bebé nasceu sem cérebro (possivelmente por causa das drogas que ela consumia?) e morreu quase de imediato. Por isso, para ela ter de lidar com a possibilidade de uma gravidez deve ser avassalador. Aquilo que ela sentiu no fim foi alívio, certo? Parecia tão entusiasmada ao início, quando era apenas uma eventualidade, mas à medida que a questão se tornou mais ‘real’, com Meredith a dizer-lhe a toda a hora que tinha que fazer xixi num pauzinho, esse sentimento foi-se perdendo. Faz sentido. Ter um bebé normalmente é um motivo de felicidade, mas essa felicidade para ela estaria sempre ensombrada pela lembrança da perda do anterior. E aquele parto foi de partir o coração! Mas se ela e Owen estão mesmo a pensar ter filhos, Amelia terá que lhe contar o que se passou. Ou será que ela não vai querer e vai haver aqui um ponto de discordância com Owen, tal como já houve entre ele e Cristina?

O enredo médico deste episódio fez-se valer trazendo dilemas morais, alguns momentos cómicos e bolachas caseiras. É difícil ver Bailey de bom humor e a querer espalhá-lo, mas este foi um desses dias! Foram tão engraçados os momentos com June, que parecia uma velhinha super amorosa, mas afinal não era tão generosa quanto Bailey pensava. Mas é justo condená-la por não querer ‘dispensar’ o órgão de que esteve à espera durante três anos? Não acho que seja. Era dela por direito, certo. Agora do ponto de vista dos responsáveis por decidir quem fica em primeiro lugar da lista para receber um órgão… Aí sim, acho que faria mais sentido dar prioridade a uma paciente jovem que, possivelmente, tem mais 50 ou 60 anos de vida pela frente do que a uma velhota com quase oitenta anos. No entanto, tudo correu bem e ambas as pacientes tiveram direito ao seu fígado. Infelizmente isso aconteceu porque o paciente de Maggie morreu, mas o caso também trouxe algumas piadas engraçadas, com Amelia e Maggie a disputarem Stephanie por ser a melhor residente.

Outro ponto positivo do episódio foi o facto de não ter havido muita interação entre Meredith e Riggs, história que não traz muito de relevante à série. A única coisa que vai trazer é chatices quando Maggie descobrir o envolvimento da irmã com ele. Tivemos ainda o regresso de April ao trabalho, alguns momentos fofinhos com a bebé Harriet e Andrew, finalmente, parece estar a recuperar bem do que lhe aconteceu. Gostei de o ver mais de volta ao que era.

Para a semana, parece que vamos ter uma cara conhecida de volta. Hum, acho que é para a semana! Estou convencida de que será mesmo Leah. Só espero é que venha como paciente e não para se envolver com Arizona. Seria estranho, muito estranho.

Diana Sampaio

Publicidade

Populares

a league of their own

Recomendamos