Falling Skies – 04×08 – A Thing With Feathers
| 12 Ago, 2014

Publicidade

A Thing With Feathers, o episódio desta semana de Falling Skies, voltou a algo que consegue bem: sem abusar da ação, deu-se a exploração do drama humano aquando de uma invasão extraterrestre. Tivemos então um bom episódio com muita emoção e novos mistérios para os nossos heróis desvendarem…

Existem spoilers que poderão ter origem na Lua!

Já é mais que sabido que os humanos têm um poder bélico muito inferior aos Espheni… A sorte deles é que vão traçando algumas estratégias que vão adiando um confronto mais direto ou mortífero! Graças à fatídica explosão das condutas de gás, os Espheni julgaram que todos os humanos estavam mortos e, supostamente, retiraram-se… Tom e a Second Mass têm mais um dia de vida!

Enquanto à superfície se procura por sobreviventes, Tom rasteja entre os escombros à procura de uma saída… A situação não está fácil! A determinada altura ele ouve as lamentações de Dingaan… Quando o encontra vê que ele está sob um pesado detrito! Após libertar o seu amigo, lá começa a jornada de procurarem uma saída daquele túmulo claustrofóbico! Pela primeira vez, o controlado Dingaan têm ataques de pânico e recorda, emocionado, que o filho morreu soterrado devido à sua negligência… Para piorar a situação, a sua esposa também morreu e ele nunca se conseguiu perdoar. Tom consegue abrir a escotilha de um beamer Espheni… Quando entram na nave, Tom fica com algo alojado no seu braço! A sorte é que Dingaan consegue extrair, embora dolorosamente, aquele artefacto alienígena. Mas uma bomba começa a anunciar a sua iminente explosão, ambos procuram abrigo! Finalmente conseguem ver a luz do dia… Estão salvos!

Enquanto Tom procurava uma saída, os que se encontravam na superfície não baixaram os braços! Matt consegue bater em Pope quando este diz que Tom está morto! Pope arrepende-se por ter dito isto em frente ao rapaz e junta-se com Sara às buscas de sobreviventes. Quem também não desiste é Weaver… Ele está sempre ao lado de Matt, confortando-o e mantendo acesa a esperança! Quando o cansaço atinge o grupo, eis que se dá a explosão e, finalmente, Tom e Dingaan são libertados do seu cativeiro.

Lembram-se que Ben foi com Lexi? Pois… Antes não tivesse ido! Ela mostra-lhe que a sua família são os Espheni… E, para piorar a situação, Ben vê um dos locais de transformação de humanos em skitters! Completamente chocado, Ben afasta-se e, por sorte, Lexi deixa-o ir!

Logo no início das buscas, Hal encontra a sua amada… Mas o diagnóstico traçado para Maggie é devastador: ela está tetraplégica e com hemorragias internas! Não há nada que possam fazer a não ser dar-lhe um pouco de conforto. Anne consulta Cochise e talvez haja uma solução: injetar Maggie com líquido dos espigões de Denny… Contrariando a vontade da moribunda, Hal autoriza o procedimento, mas este não resulta! Quando estão prestes a perder a esperança, chega Ben que cede alguns dos seus espigões para salvar a sua cunhada! Passado algum tempo Maggie acorda e está curada! Aqui se dá um dos maiores clichés: ela bate em Hal por a ter contrariado e, de seguida, beija-o por a ter salvo! Mas Ben também merece um abraço, afinal foi ele o verdadeiro salvador… E começou verdadeiramente o trio amorosa da nossa série de ficção-científica num ambiente apocalítico provocado por uma invasão extraterrestre!

Anoiteceu e o grupo está à volta da fogueira a homenagear aqueles que partiram… Hal e Tom afastam-se para conversar e vêem uma luz verde na Lua! Os destroços de um beamer começam a reagir ao luar!

Por aqui terminou mais um episódio de Falling Skies… Tivemos um bom episódio, embora eu ache que o desempenho da Lexi e as demonstrações de afeto de Tom e Anne parecem demasiado forçados… Todavia, A entrada assumida de Ben na luta pelo amor de Maggie trouxe nova dinâmica à família Mason. Resta-nos apenas esperar pelo desenrolar dos acontecimentos.

Questões habituais:

– Lexi mencionou que iria treinar? Para quê? Para liderar os Espheni na extinção da humanidade, ou para os Jogos Olímpicos?

– Como ficará Maggie com os espigões? Vai ficar mais próxima de Ben? Como se vai desenvolver o trio amoroso?

– A Second Mass está em segurança por quanto tempo?

– Sara e Pope no canavial? Hum… Que rebeldes! Estes dois têm uma química enorme! Espero bem que seja uma dupla a continuar até ao series finale (na próxima temporada).

– Qual a ligação dos Espheni com a Lua? Têm lá a sua base de operações? Que era aquela luz verde?

Nota: 7.5/10

Rui André Pereira

Publicidade

Populares

estreias calendário séries março 2024

interview with the vampire

Recomendamos