HBO dá luz verde a Betty; canal israelita Yes encomenda Fifty
| 16 Ago, 2019

A HBO deu luz verde a uma série de seis episódios, de nome Betty, inspirada no filme indie de 2018, Skate Kitchen. Rachelle Vinberg, Nina Moran, Dede Lovelace, Kabrina Adams e Ajani Russell, que integraram também o elenco do filme, vão ser as protagonistas da série, assumindo as personagens que já tinham desempenhando.

A série passa-se em Nova Iorque e acompanha um grupo de jovens mulheres, muito diferentes, a viver as suas vidas no mundo predominantemente masculino do skateboard.

Crystal Moselle, a realizadora, argumentista e produtora do filme, criou a série em conjunto com Lesley Arfin (Love) e dividirão ainda os cargos de argumentistas e produtoras executivas. Moselle assumirá também a função de realizadora.

Vinberg é Camille, que quer ser aceite pelos rapazes e se esforçou muito pelo pequeno lugar que conquistou junto deles. Não é uma grande fã de demonstrações de amor ou de lealdade, mas tem bons instintos, é inteligente e repara em pequenos detalhes. É o tipo de pessoa com a capacidade de perdoar, mas que nunca esquece aquilo que lhe fizeram. Seria feliz se soubesse que “os pontos fixes não se adicionam à soma” total das coisas.

Moran dá vida a Kirt, “a mais engraçada das pessoas vivas”. Não tem a noção disso, mas, mesmo que tivesse, não se importaria. É uma lutadora, mas não deixa de ser uma “criança pequena no corpo de uma mulher”. É o tipo de pessoa que despiria o casaco no meio do frio para o dar a outra pessoa, sem que fosse sequer preciso pedir.

Lovelace será Janay, uma jovem inteligente, muito leal e sempre com opinião em relação a tudo. Tem um grande coração e não se inibe de ser calorosa com os outros. Dotada de uma grande determinação em liderar, algo que tanto é bom como mau para ela, é o tipo de pessoa que se escolheria para capitã de uma equipa, não só porque ganha sempre, mas porque se ofereceria para pagar as bebidas no fim do jogo, independentemente do resultado.

Adams interpreta Honeybear. Ela é mais engraçada do que aquilo que julga, mais inteligente do que parece e imensamente teimosa. As suas roupas são bizarras, mas Honeybear usa “a sua individualidade para esconder o facto de que mantém as emoções” fechadas a sete chaves.

Por fim, Russell é Indigo, uma rapariga “fixe”, divertida e sexy que gosta de flirtar e que está sempre pronta para se meter em aventuras. Sendo alguém que não gosta de dramas, faz os possíveis para evitar conflitos, mas é também “o tipo de pessoa capaz de te roubar a carteira e que depois te ajudaria a ir procurá-la”.

Noutras novidades, temos uma comédia dramática de nome Fifty, que teve luz verde por parte da emissora israelita Yes. Com oito episódios encomendados, Fifty é da autoria de Yael Hedaya, a argumentista de BeTipul, e de Daphna Levine, a cocriadora de Euphoria, série que também é baseada num formato israelita.

Fifty conta a história de Alona Nachmias, interpretada por Ilanit Ben-Yaakov, uma mulher de 49 anos, viúva e argumentista de profissão que luta para criar os três filhos: Carmel, de 22 anos; Yali, de 17, e Shira, de apenas 11. Alona tem dois objetivos importantes que quer atingir antes de chegar aos 50 anos: assinar um acordo para o desenvolvimento de uma série de comédia que quer escrever acerca de mulheres daquela idade e ter sexo. É sabido que até ao final da temporada ela terá conquistado um desses desejos.

A produtora Endemol Shine vai distribuir a série a nível internacional e obtém os direitos que permitem produzir ou licenciar versões da série por todo o mundo.

Publicidade

Populares

she hulk poster

Recomendamos