A emissora Netflix apresenta-nos as suas novidades no universo de séries brasileiras. De Volta aos 15 é a sua nova aposta e a série Irmandade foi oficialmente renovada para uma segunda temporada.

De Volta aos 15 é uma produção divertida e emocionante que segue a jornada de autodescoberta e maturidade de Anita. Aos 15 anos, a jovem interpretada por Maisa Silva, tinha uma grande expectativa para a sua vida adulta: sair da pequena cidade de Imperatriz, viajar pelo mundo e conhecer muita gente. Mas aos 30 anos, a sua vida não é nada do que sonhou. Com poucos amigos, a morar num apartamento antigo e sem encontrar o amor, Anita voltou à sua cidade natal para o casamento da irmã Luiza.

Após acontecimentos infelizes, ela refugia-se no quarto onde passou a adolescência e, como por magia, é enviada para o seu primeiro dia na escola secundária: uma cabeça de 30 anos no corpo de uma adolescente de 15! Anita começa assim a tentar consertar a vida de todos ao seu redor: de Carol (Klara Castanho), a sua prima que está envolvida com um bad boy da cidade; de Luiza (Amanda Azevedo), a sua irmã que vive presa no papel de princesa da cidade; de César (Pedro Vinicius), o seu novo amigo que precisa de um incentivo para ser ele mesmo; e de Henrique (Caio Cabral), o seu melhor amigo nerd que secretamente se apaixona por ela. Mas cada mudança no passado vai impactar o futuro de todos – e nem sempre para melhor.

Produzida por Carolina Alckmin e Mayra Lucas, da Glaz Entretenimento, e realizada por Vivi Jundi e Dainara Toffoli, a série foi adaptada por Janaina Tokitaka. De Volta aos 15 é uma série de seis episódios e 40 minutos de duração, com surpresas, muita emoção e risos.

Adicionalmente, a Netflix Brasil confirmou através de uma publicação no Twitter que a série Irmandade foi oficialmente renovada para uma 2.ª temporada e começa a ser gravada ainda em 2021. Podes ver abaixo o comunicado oficial.

Protagonizada por Seu Jorge e Naruna Costa, Irmandade explora o que acontece dentro de uma fação criminosa, centrando-se numa advogada com um dilema moral quando a polícia a obriga a fornecer informações sobre o irmão.