Uma adaptação televisiva do romance de F. Scott Fitzgerald, The Great Gatsby, está em andamento pela mão de Michael Hirst. O argumentista junta-se à A+E Studios e ITV Studios para desenvolver uma temporada baseada neste romance icónico.

Michael Hirst, argumentista e produtor britânico, participou e escreveu vários títulos reconhecidos no mundo das séries, como Camelot, The Tudors, e, mais recentemente, Vikings. Hirst irá escrever o episódio piloto, e será o produtor executivo desta nova minissérie, juntamente com Michael London,  produtor americano que trabalhou em projetos como The Magicians, Snowfall e SMILF.

A série é descrita como sendo uma releitura do romance de 1925, e investiga a comunidade afro-americana de Nova York da época, e a vibrante subcultura musical que se desenvolveu nos anos 20. A série irá explorar as vidas ocultas das personagens através das lentes modernas de um sonho americano fragmentado, ao mesmo tempo que preserva e captura a visão intemporal de Fitzgerald.

O projeto tem o apoio e aprovação de Blake Hazard, bisneta de Scott e Zelda Fitzgerald, e curadora do legado de Fitzgerald, que também tem o papel de produtora e consultora. A A+E Studios e ITV Studios America irão co-produzir em associação com a Groundswell Productions. Também Farah Jasmine Griffin, com o pseudónimo William B. Ransford, professora de inglês, literatura e estudos afro-americanos na Universidade de Columbia, atua como produtora e consultora do projeto.