A Netflix encomendou uma nova série original italiana, Generation 56K, da produtora Cattleya, apoiada pela ITV Studios do Reino Unido.

A série terá oito episódios e será feita em colaboração com The Jackal, um grupo de comediantes italianos que se aventuraram no YouTube há mais de uma década e que desde então entram em vários filmes e trabalharam com a emissora pública RAI. A série tem como público-alvo as pessoas na casa dos 30 e poucos anos e gira em torno de um grupo de adolescentes que, no final das contas, ficaram sobrecarregados com a chegada da internet no início da adolescência. O título refere-se à velocidade do modem da nova geração, nos últimos anos da década de 2000.

Generation 56K centra-se em dois personagens chamados Daniel e Matilda que se conhecem desde a adolescência e se apaixonaram em adultos. “Todos os episódios da série entrelaçam duas linhas do tempo, dois pontos de vista, duas fases da mesma história de amor e amizade que começou em 1998 e continua até aos dias de hoje”, segundo a sinopse da Netflix.

A série baseia-se numa ideia original do fundador dos The Jackal, Francesco Ebbasta, que vai realizar quatro episódios, enquanto os outros quatros serão realizados por Alessio Maria Federici (Uno di Famiglia).

As filmagens já estão em curso, apesar das novas restrições relacionadas com o coronavírus. A produção de Generation 56K terá lugar em Roma, na ilha de Procida e em Nápoles.