Giri/Haji e Upright já têm protagonistas
| 25 Jul, 2018

Publicidade

Duas novas séries já encontraram os seus personagens principais!

Kelly Macdonald (Boardwalk Empire) será a protagonista de uma nova série, uma parceria entre a BBC One e a Netflix, denominada Giri/Haji.

Macdonald será Sarah, uma conferencista forense e agente policial que forma uma amizade improvável com um detetive japonês que procura o seu irmão, que se envolveu com a Yakuza, a máfia japonesa.

Giri/Haji, escrita por Joe Barton (Humans), terá oito episódios e vai seguir a história do Detetive Kenzo, sediado em Tóquio, que viaja até Londres em busca do seu rebelde irmão mais novo, Yuto. Já dado como morto, acredita-se agora que Yuko se está a fazer passar por um membro da Yakuza em Londres e que é procurado pelo assassinato de um homem de negócios japonês.

A série é descrita como sendo sombria e com uma história criminal que oscila entre Londres e Tóquio, explorando o “efeito borboleta” entre as duas cidades e colocando a questão:  “Como podemos viver com as nossas ações quando os prismas pelos quais elas são vistas parecem mudar tão drasticamente, dependendo onde estamos e com quem falamos?”.

A série será gravada em inglês e japonês, sendo que a sua produção terá início no final deste mês, no Reino Unido.

O comediante e performer Tim Minchin (Californication) vai protagonizar uma nova comédia produzida pela Sky e pela Foxtel, denominada Upright.

Upright terá igualmente oito episódios e contará a história de duas pessoas desajustadas que, por acaso, se encontram no meio do deserto australiano e que forjam uma ligação improvável na sua busca por um precioso piano de uma ponta do país à outra. Minchin interpretará o papel de Lucky Flynn – ao lado da estreante Milly Alcock – nesta aventura pela estrada que decorre entre Sydney e Perth.

Flynn é um dotado pianista cujo talento para a música só consegue ser equiparado ao seu talento para a auto-destruição. Flynn não fala com a sua família há anos e está despedaçado, distante e magoado. Quando descobre que a sua mãe tem apenas alguns dias de vida, parte num carro alugado e viaja mais de 4 mil quilómetros para dizer adeus, levando consigo o seu bem mais precioso: um piano gasto e marcado. Flynn esbarra literalmente em Meg (Alcock), uma adolescente hilariante e dura de roer que tem bastantes cicatrizes e segredos próprios.

Publicidade

Populares

calendário estreias posters junho 2024

house of the dragon the black queen

Recomendamos