Curiosidades: The Haunting of Hill House
| 10 Mai, 2022

Continuamos a trazer curiosidades sobre as tuas séries favoritas e desta vez vamos dar a conhecer-te algumas sobre The Haunting of Hill House:

1. A série tem como base um livro, com o qual partilha o nome, publicado em 1959 e da autoria da escritora americana Shirley Jackson. No entanto, há diferenças entre o material de origem e a adaptação. No livro, por exemplo, Luke, Eleanor e Theodora não são irmãos e também não cresceram em Hill House. Quanto a Shirley e Steven, foram personagem criados para a série. O nome dela é uma homenagem à autora do livro e o dele deve-se a Steven Spielberg, um dos fundadores da Amblin Television, que é uma das produtoras da série.

2. Os filhos da família Crain representam as cinco fases do luto: Steven = negação; Shirley = raiva; Theo = negociação; Luke = depressão; Nell = aceitação.

3. Oliver Jackson-Cohen e Victoria Pedretti interpretam irmãos gémeos, mas o ator é mais velho cerca de oito anos e meio.

4. Para as ajudar com o papel, Mckenna Grace e Kate Siegel, as atrizes que deram vida a Theo na infância e na idade adulta, escreveram diários. Nele, partilhavam as experiências e pensamentos de Theo, mantendo-se na personagem. Depois trocavam os diários para terem uma melhor compreensão das duas “versões” da personagem.

5. Russ Tamblyn, que dá vida ao Dr. Montague, interpretou Luke em The Haunting, a primeira adaptação cinematográfica do livro de Shirley Jackson. O filme recebeu boas críticas, mas o mesmo não se pode dizer da versão de 1999, também intitulada The Haunting, que acabou por se distanciar bastante da história original. Também houve adaptações teatrais (uma em 1964 e outra em 2015) e uma versão radiofónica de 1997 que condensou a história.

6. O ator Fedor Steer usava próteses para dar ao seu personagem, William Hill (também conhecido como Bowler Hat Man), o visual mais adequado, e também extensões nos braços e nas pernas. Para conseguir segurar a bengala, usava uns ímanes nas mãos. No entanto, algumas cenas mais complicadas e que envolviam mais equipamento podiam implicar o uso de outro ator e o recurso a uma equipa de duplos.

7. Stephen King, conhecido autor de livros com contornos de terror e sobrenatural e um grande admirador do trabalho de Shirley Jackson é um fã da série. O mesmo acontece com o realizador Quentin Tarantino, que se referiu a The Haunting of Hill House como a sua série preferida da Netflix.

Conhecias alguma destas curiosidades sobre The Haunting of Hill House?

Publicidade

Populares

Conversations With Friends

calendário estreias

new amsterdam 5 poster

Recomendamos