Não passaram muitos anos desde que terminei de ver Friday Night Lights. Pelas minhas contas, acho que passaram uns três. Nessa altura já a série tinha terminado, mas eu já começo a ter alguma tradição em ver as séries só depois do seu fim. Com esta foi igual e aconselho totalmente. Faz parte da minha lista de séries preferidas e será sempre uma daquelas que lembrarei com carinho.

Agora vamos lá conhecer as razões que me convenceram:

1. É a melhor série passada num liceu: É a série do género de maior qualidade. É claro que há drama adolescente, mas não daquele tipicamente irritante. Estes personagens parecem pessoas reais, com problemas reais, e não apenas jovens cheios de hormonas e problemas fúteis.

friday-night-lights

2. O futebol americano: Eu até não sou muito dada a desporto, mas a verdade é que Friday Night Lights faz com que o desporto pareça de facto interessante. Ou talvez eu apenas goste de futebol americano. Definitivamente gosto. Os treinos, os momentos dos jogos, a discussão das tácticas, eram excelentes momentos na série.

friday-night

3. O espírito de camaradagem/trabalho em equipa: Como não é possível ter-se uma equipa de sucesso sem que os seus elementos se esforcem por trabalhar bem em conjunto, muito do que é o desporto nesta série, está directamente ligado à forma como o treinador sempre apoiou a sua equipa e sempre tentou que os seus desportistas o fizessem uns com os outros. “Clear eyes, full hearts, can’t lose”. Até porque cada equipa pode ter um jogador que se destaca dos restantes, mas nenhum jogador vence jogos sozinho.

fnl.

4. O lado bom das pessoas, sem ingenuidades: Tyra Collette e Tim Riggins são dois miúdos de famílias desestruturadas que apenas tinham alguma espécie de estrutura debaixo do olhar atento dos educadores da escola. São dois exemplos de bons miúdos que podiam ter feito coisas bastante erradas com as suas vidas se tivessem sido deixados ao ‘abandono’ e não tivessem quem olhasse por eles. Mas nem tudo é perfeito nesta série. Boas pessoas fazem coisas muito erradas. Numa conjugação de circunstâncias, fazem-se coisas que de outra forma não faríamos.

tim-and-tyra-tim-and-tyra-24848134-593-394

.5. Kyle Chandler e Connie Britton: Eric e Tami Taylor são o casal perfeito da série! Perfeitos talvez não, mas muito perto disso. Confesso que são mesmo um dos meus casais preferidos do mundo das séries. São um casal apaixonado (mas que não dá vómitos) e são bastante engraçados juntos. A química entre Kyle e Connie é notória e os dois são dos personagens mais interessantes da série.

121fridaynightlights0451

6. Os personagens mais improváveis são os mais apaixonantes: A maior parte das vezes, ninguém liga nenhum aos bons rapazes, mas nesta série não há como não os adorar. Matt vive com a avó, uma senhora com demência e que requer muito apoio. Depois da lesão de Jason Street, Matt assume o papel de quarterback da equipa e tem de lutar para merecer o lugar. Além disso, ele foi capaz de namorar com a Julie e qualquer pessoa que o faça merece uma medalha porque a miúda é mesmo chata. Já Landry Clarke é o melhor amigo de Matt. Outro excelente rapaz, só que é tipo o cromo da escola, não tem lá grande jeito para o futebol americano e apaixona-se por uma das raparigas giras e populares do liceu. Sim, pode ser cliché, mas em FNL os clichés são muito mais bem tratados que nas outras séries. A amizade de Matt e de Landry é mesmo a minha preferida da série e os dois proporcionam muito bons momentos.

Matt-Landry-friday-night-lights-4538570-2560-1713

.7. É inspirada num livro (que já deu origem a um filme também): Um livro, um filme e uma série… Bastante respeitável, hum? O livro não conheço, mas já vi o filme e também recomendo. A base da história é semelhante à da série, só que passa-se nos anos 80. Alguns dos actores da série, como Connie Britton, já tinham feito parte do elenco do filme.

friday-night-lights (1)

.Façam lá uma maratona de Friday Night Lights 😉

.

Diana Sampaio