Westworld – 04×07 – Metanoia
| 12 Ago, 2022
8.7

Tarde, mas chegou. Cá estou eu para falar sobre o mais recente episódio de Westworld, intitulado Metanoia. Sinceramente, este episódio fez-me questionar tudo. Até mesmo a minha própria existência. Sabes a frase famosa de José Régio que diz “Não sei para onde vou, mas sei que não vou por ali”? Bem, eu não sei para onde a série vai, mas sei que não vai por onde estava a pensar.

Hoje vou ser um bocadinho mais superficial na análise. Não porque o episódio não tenha tido conteúdo, mas porque claramente que tudo se enquadra para termos um episódio final absolutamente épico onde certamente vamos ficar de queixo caído. Este episódio foi extremamente sólido, mas teve momentos poéticos que acho que valem a pena realçar. Começo por Charlotte Hale, que claramente está perdida. O ódio e a vontade de vingança acabaram por explodir nas suas mãos e ela própria já não sabe o que fazer. Aquilo que eu escrevi no episódio passado, volto a repetir neste. Ela sem perceber entrou num loop que acabou por deixar de controlar. Em certos momentos, principalmente quando se prepara para retirar a sua pérola, até deu para ter um pouco de pena dela. Foi também emocionante o momento em que Frankie se volta a encontrar com o pai, Caleb.

Outro aspeto interessante e bíblico, que sempre fez parte do mundo de Westworld, é a questão do renascimento do mundo. William parece ser uma espécie de Diabo que quer acabar com tudo e Christina, cujo nome poderá ser uma variante de Cristo, poderá ser a solução para salvar o que restará da humanidade. A cena de Christina na banheira faz lembrar muito um renascimento, quase como um batismo. Acho também toda a situação do Teddy muito estranha. Ele parece aquele personagem que só existe para explicar coisas mas a questão é que ele explica coisas que não deveria saber. Por exemplo, ele explica a Christina que Caleb é alguém do passado. Mas como é que ele sabe disso? Daquilo que sabemos, Teddy (isto acreditando que este é o verdadeiro Teddy) está no sublime desde o final da 2.ª temporada, mas lá está, acho que o último episódio vai ter várias explicações e twists. Talvez até Teddy e Christina estejam mesmo numa linha temporal diferente. Há indicações de que é possível, outras onde parece impossível, mas, como disse em cima, eu já questiono tudo.

Outro pormenor que deixou certamente os mais atentos intrigados: quando William mata Bernard, o tempo passa da noite para o dia do nada. Será que aquilo foi real? Seria outra versão do sublime? Deixa as tuas teorias. Outro ponto curioso é que no trailer do próximo episódio temos Hale de volta e ela supostamente morreu. Será que ela criou cópias por segurança? E para terminar esta secção de perguntas: para quem foi a mensagem que Bernard deixou? Sabemos também que no caminho que ele fez com Maeve, deixou uma arma escondida atrás dos canos e no trailer do próximo episódio parece que Hale a está a usar. Será que foi para ela a mensagem? Talvez ela se arrependa e se junte a ele para parar William. Não acredito muito. Provavelmente a mensagem é para Frankie ou Christina. Ou até Stubbs. Ou quem sabe outra versão do próprio Bernard. Como percebes, este episódio foi muito confuso e assumo que ficou complicado de estudar todos os pormenores. Uma nota importante, no último texto, do episódio 6, disse que os testes de fidelidade era o que se fazia aos hosts para saberem se eles ainda estão dentro da narrativa e obedecem ao que é mandado ou se estão a “acordar”, mas, como me disseram nos comentários, o teste não tem nada a ver com os hosts estarem acordados ou não, mas sim com o processo que busca criar uma copia fiel dos humanos, ou seja, se as escolhas e as atitudes dos humanos em corpos robóticas estão fieis às versões originais humanas. Obrigado por comentares e ajudares a que alguns erros sejam corrigidos. A tua ajuda e o teu apoio contam bastante. Obrigado!

Termino dizendo, basicamente, que este episódio foi bastante bom e que está condizente com a temporada. O final deste episódio foi lindo! O plano de William ao som da música The Man Who Sold the World do magnífico David Bowie não podia ser mais genial. William realmente vendeu o mundo e agora vai destruí-lo. Foi uma cena poética e não podia pedir melhor. Agora mal posso esperar para ver o último episódio. Isto passou rápido, mas tenho um feeling de que vamos ter muito que falar no final da temporada. Deixa as tuas teorias e prepara-te para um grande final.

Até para a semana!

Westworld - 04x07 - Metanoia
8.7
8.5
Interpretação
8.5
Argumento
9
Realização
9
Banda Sonora

Publicidade

Populares

Conversations With Friends

calendário estreias

new amsterdam 5 poster

Recomendamos