2×13 – Resurrection

02×13 – Resurrection

Contém SPOILERS!

Com o episódio focado maioritariamente no rescaldo do colossal cliffhanger dos minutos finais da semana anterior, tivemos pouca ação, mas baldes de emoção! Um dia destes reclamam que estou sempre a repetir a mesma coisa… mas The 100 soube eliminar boa parte das suas fraquezas e está de boa saúde e recomenda-se.

Em Tondc a situação está complicada! Os sobreviventes estão a ser atacados por um atirador furtivo e começam a ser abatidos que nem tordos. É desta que eu pensei que Indra ia passear para junto dos seus antepassados! E não é que ela pede a Octavia, a sua segunda no comando, para assegurar a liderança? OMG! Alguém do povo do céu a comandar uma tribo grounder? Por sorte, Lincoln consegue fazer com que Indra chegue junto de Nyko, o curandeiro e ela safa-se. Pois é, Octavia consegue mesmo juntar grounders à sua causa e começam a escavar um túnel para saírem dali e, posteriormente, para salvarem os soterrados.

Kane está debaixos dos escombros e, graças ao enorme cliché, é Abby que o ouve e desce até lá. Ele está bastante ferido e Abby não o pode libertar, ou ele esvai-se em sangue. É aqui que a médica, horrorizada, conta ao seu amigo que Clarke sabia do míssil.  Como seria de esperar, Kane percebe perfeitamente a decisão tomada por Clarke de forma a dissimular o seu infiltrado em Mount Weather. É aqui que Abby leva um balde de água fria ao perceber que também tem dezenas de mortes sob sua responsabilidade, inclusive a do próprio marido. Já havia mencionado em reviews anteriores que mãe e filha são mais semelhantes do que aparentam e Abby apenas se apercebeu disso agora.

Já Lexa e Clarke juntam-se a Lincoln na missão de eliminar o atirador furtivo. Pois é… ele já não usa máscara nem fato de proteção graças ao tratamento da Dr.ª Tsing, a falecida. De forma a matá-lo, Clarke não hesita em atingir também Lincoln. Quando o trio regressa a Tondc, já skypeople e grounders trabalham em conjunto em nome de um bem maior: salvar os soterrados. Acidentalmente, os homens da montanha acabaram por criar o maior exército que alguma vez já se lhe opôs.

No bunker dos homens da montanha as coisas complicam-se! Cage não hesita em mandar uma forte carga policial sobre os adolescentes. Por sorte, Monty está lá e acaba por resolver a situação no primeiro ataque e vencem. Como seria de esperar, o novo presidente não tem a paciência nem o timing do pai e usa Maya para tentar fazer Jasper render-se mas, por sorte, Monty e Bellamy conseguem levá-la para segurança antes que esta se exponha à radiação. Aliás, acho estranho que ainda não tenham reparado que Bellamy é um espião… afinal não se conhecem todos em Mount Weather? O grupo de jovens consegue fugir e, para nossa surpresa, existe uma pequena rebelião em Mount Weather e os próprios habitantes ajudam-nos a esconderem-se.

No fim do episódio, Abby dá a entender à filha que entende as suas intenções e pede-lhe para que ele não se esqueça que os skypeople e grounders são os “good guys”. E dita a frase, partem em direção a Mount Weather para o início da grande guerra. Temos três episódios e tudo promete que todos eles serão explosivamente deliciosos.

Questões em análise:

  • Bellamy conseguirá manter-se escondido até libertar os grounders das jaulas? Caso o faça, a batalha está ganha.
  • Conseguirão Bellamy e Monty desativar o nevoeiro amarelo mortífero? Julgo que, com o apoio do pai de Maya, não será difícil.
  • Agora uma questão difícil: o que acontecerá aos inocentes de Mount Weather? E aos que têm ajudado os jovens? Serão executados, ou arranjarão um modo de os salvar/juntar ao grupo do povo do céu?
  • Indra está a ficar amável com todos? Tenho gostado da evolução desta personagem! E ter nomeado Octavia como sua direta sucessora foi algo de arrojado!
  • Kane sobreviverá? Confesso que tal situação me deixou um pouco desiludido! Outros têm morrido com tanta facilidade e ele desafia a morte a cada passo que dá e continua vivo.
  • Por onde andam Murphy e Jaha?
  • Como decorrerá a guerra?
  • Lincoln terá forças para resistir ao seu vício? Octavia voltará para ele?

Nota: 9.3/10

Rui André Pereira