El Tiempo que te Doy – Review da 1.ª Temporada
| 29 Out, 2021

[Pode conter spoilers]

Temporada: 1

Número de Episódios: 10

A partir de hoje estará disponível no catálogo da Netflix a 1.ª temporada de El Tiempo que te Doy, a série que conta a história de Lina (Nadia de Santiago) e Nico (Álvaro Cervantes), um casal que vê a sua relação chegar ao fim após nove anos. Dessa forma, ao longo da temporada vamos acompanhando essencialmente Lina enquanto tenta lidar com o fim do relacionamento.

Ainda que a história possa não parecer inovadora, garanto-vos que assim que virem o primeiro episódio irão acabar por querer ver os restantes. Não tanto devido à premissa (apesar de ter sido esta a razão que me levou a querer ver a série) mas especialmente pela forma como El Tiempo que te Doy está estruturada. Para além de ter episódios de somente onze minutos, estes são divididos entre o passado e o presente, sendo que, conforme se vai avançando nos episódios, é-nos mostrado menos minutos no passado e mais minutos no presente. Isto é, no primeiro episódio mostram-nos um minuto no presente e dez no passado, no segundo mostram-nos dois minutos no presente e nove no passado, e assim sucessivamente, até que chegamos ao último episódio e nos é mostrado dez minutos no presente e um no passado. (Esta estrutura ganha ainda mais significado após a visualização do sétimo episódio.)

Embora isso crie uma boa dinâmica, e nos faça ver os episódios num abrir e fechar de olhos, confesso que senti falta de mais contexto/história. É obvio que os episódios sendo tão pequenos, e divididos entre o presente e o passado, não dê para desenvolver muito, mas isso acaba por não permitir criar tanta ligação aos personagens e/ou à história e, consequentemente, apreciar tanto a série. Não digo que ficamos indiferentes ao sofrimento da Lina, principalmente se já tivermos passado pelo mesmo, mas se nos tivesse sido dado mais contexto, o impacto teria sido, sem sombra de dúvida, outro. Ainda para mais sendo que se tratava de uma relação de nove anos. Tentar condensar isso, enquanto se vai mostrando o impacto do fim dessa relação, em tão pouco tempo, não permite um desenvolvimento muito profundo, o que acaba, a meu ver, por penalizar um pouco a série.

Já para não falar que ainda que dê para distinguir os momentos do passado dos momentos do presente, ao não nos ser indicado datas não nos permite orientar em termos de tempo. Isto é, nós não ficamos a saber em que altura da relação é que aqueles momentos que nos estão a ser apresentados aconteceram, nem quanto tempo passou desde o fim da relação e os momentos demonstrados no último episódio. Dessa forma, não conseguimos apercebermo-nos realmente da passagem desses nove anos, e dá-nos a sensação, especialmente no presente, de que está tudo a acontecer muito rápido.

No entanto, algo me diz que a ideia não é ficar somente por esta 1.ª temporada, principalmente depois daquele final. Se assim for, e se houver uma 2.ª temporada presumo que ficaremos então a conhecer um pouco mais da história da Lina e do Nico. Honestamente eu espero que sim, que haja 2.ª temporada, pois até fiquei minimamente interessada em saber o que vai acontecer. Para além disso gostava também que nos fosse mostrado o lado do Nico visto que penso que seria uma perspetiva interessante de ver.

Melhor Episódio:

7 minutos de presente y 4 minutos de recuerdo (Episódio 7) – ao contrário do que muitas vezes acontece, desta vez não foi difícil para mim escolher o melhor episódio dado que, de todos, este foi definitivamente o que mais gostei. Neste episódio Lina acaba por confessar que não está bem com o fim do relacionamento, sendo que é difícil ficar indiferente ao desabafo dela com a amiga. Aliado a isso é-nos mostrado, nos minutos referente ao passado, um diálogo entre Lina e Nico que não só é bastante comovente como de certa forma acaba por dar significado à maneira como a série está estruturada.

Personagem de Destaque:

Lina – tendo em atenção o número reduzido de personagens e o tempo que aparecem, não fica difícil escolher a Lina pois é ela que acaba por ter mais destaque ao longo desta 1.ª temporada de El Tiempo que te Doy. Embora Nico também seja uma parte importante da história este acaba por não ter tanto destaque dado que estamos a ver a perspetiva da Lina.

Cármen Silva

Publicidade

Populares

she hulk poster

Recomendamos