Classificação

8.5
Interpretação
6.5
Argumento
7.5
Realização
7.5
Banda Sonora

[Contém spoilers]

Depois de mais de quatro meses de espera, How To Get Away With Murder regressa aos nossos ecrãs com um episódio morno. Espero que isto não signifique que vão seguir o mesmo caminho dos primeiros nove episódios, em que só o 9.º é que foi espetacular. Faltam cinco episódios para a série acabar e todos eles têm o dever de ser incríveis.

Os flashbacks de Asher nada trouxeram de novo. Ficamos apenas a saber que Frank o levou a casa e que quando se foi embora Asher ainda estava vivo. Não acredito que tenha sido Frank a matá-lo e também não creio que seja Gabriel o culpado. Algo que me chamou a atenção foi a atitude de Nate. Já na mid-season finale aquele seu descarregar de raiva sobre Annalise pareceu muito esquisito e as suas cenas em We’re Not Getting Away With It deixaram-me de sobrancelha franzida. E se Nate aceitou um acordo do FBI e se virou contra AK e os K4? Poderá ter sido ele a matar Asher para incriminar Michaela e Connor e fazer com que eles confessem todos os crimes, pondo a culpa em Annalise, a mastermind.

Quanto aos incriminados tenho a dizer que não estava mesmo nada à espera que aceitassem o acordo. Contudo, estou a contar que não incriminem Annalise e que tenham em mente alguma espécie de plano para que tudo corra pelo melhor, dentro do possível. Ambos sabem que a melhor advogada de Filadélfia e arredores não tem culpa em nenhum dos assassinatos. Claro que já lhes fez muito mal, mas pior fizeram eles ao longo dos anos ao meterem-se em consecutivas alhadas. E quem os tirou sempre das piores situações foi ela. Quero acreditar que em conjunto com Bonnie, Tegan e Frank, os cinco conseguirão encontrar forma de se safarem de mais uma.

Alguém denunciou a localização de Annalise e algo me diz que Solomon, o pai de Michael, teve algo a ver com isso. Não sei dizer de que lado está ele, mas talvez nos queiram fazer acreditar que a nova personagem está do lado do inimigo (do FBI) para depois revelarem que sempre ajudou AK. Ainda assim, seria um pouco óbvio e o mais provável é não ser nada disto, mas algum papel ele terá no desfecho da série, caso contrário não estaria presente. Será que se Annalise tivesse entrado naquele carro teria conseguido escapar ou o seu destino seria ainda pior? Por momentos, quando mostraram o motorista, pensei que fosse Wes e fiquei um pouco desiludida por não ser. Quero muito que expliquem o seu aparecimento no episódio anterior e só espero que a minha teoria de que ele não morreu e que durante este tempo tem estado com Laurel seja verdade. Vi outra teoria de que a cena do funeral, quando vimos Wes, é apenas um daqueles exercícios mentais que Annalise aprendeu na terapia, mas não me parece.

No geral, este episódio apresenta-se como apenas mais um. Esperava algo muito melhor e mais emocionante. Aliás, esperava que todos os episódios até ao fim fossem algo parecido à mid-season finale. Esta temporada não está a ser o que os fãs mereciam. Mesmo com um ou outro episódio melhorzinho. Muitas questões estão por responder e as oportunidades para fazer com que tudo resulte são cada vez menos. Poderá o título deste episódio ser um prenúnico: eles não vão escapar a esta?

O que acharam deste regresso e que teorias têm para o final?

Beatriz Caetano