Grey’s Anatomy – 11×19 – Crazy Love
| 11 Abr, 2015
tumblr_nludzluf0u1s0gaqko4_1280

11×19 – Crazy Love

[Contém spoilers]

Não é novidade nenhuma, mas estes médicos não têm qualquer noção daquilo que significa a privacidade. Maggia chateia Alex porque as coisas não correrem bem com o imensamente giro (palavras minhas, não dela) radiologista; Meredith mete-se na vida amorosa de Amelia; Maggie, por sua vez, não percebe que falar demasiado sobre ela cansa até o mais paciente dos homens; Owen toma decisões médicas a favor de Amelia porque anda a dormir com ela… Esta gente é completamente doida e o episódio é absolutamente divertido por causa disso.

Para já, caso médico mais divertido de sempre! Que novela mexicana! Mulher traída corta o pénis ao homem. Ele perdoa porque reconhece que não a devia ter traído (os limites do permitido era ter sexo com empregadas de mesa e ele quebrou a promessa dormindo com a sous-chef de cozinha); a dita sous-chef fica chateada e corta o pénis ao tipo outra vez. A sério, o homem ficou sem pénis duas vezes no mesmo dia! Quais são as probabilidades? E que ousadia a de estragarem o belo trabalho de Catherine!

Melhor que tudo isto que, diga-se, já é bastante engraçado, só mesmo a conversa entre Bailey, Arizona, Meredith e Callie na galeria, enquanto assistem à cirurgia do homem que foi desmembrado. Arizona não entende como é que alguém fica zangado ao ponto de cortar o pénis a outra pessoa, mas Bailey explica com a sua experiência de quando o marido (o primeiro) andava a mandar e-mails a outra tipa. Meredith também lá falou dos seus instintos violentos e Callie nem quer comentar, porque ela própria foi traída. Ainda por cima, mesmo que quisesse, não se poderia vingar de Arizona cortando-lhe o pénis. Ah ah, pobre Arizona, estão-lhe sempre a atirar a traição à cara, para meu divertimento. Tadinha, eu gosto tanto dela, mas team Callie, sempre!

Falando em Callie, esta trabalhou com Amelia no caso de uma adolescente, praticante de golfe, com uma lesão na coluna. Tudo o que a jovem queria era ficar boa depressa para voltar às competições. Com as duas cirurgiãs a quererem abordagens diferentes, a opção de Amelia foi a escolhida, com Owen a dar o aval. No entanto, a coisa correu mal e Amelia teve de chamar Callie para fazerem as coisas como ela tinha sugerido. A miúda safou-se, mas não ficou bem, porque apesar de poder ter uma vida normal, não voltará a ser uma atleta de competição e isso era tudo para ela. Amelia culpou-se a ela própria, mas sobretudo a Owen, por ter tomado o partido dela. Daqui a um par de episódios deve estar tudo bem de novo.

Meredith e Derek estão felicíssimos por estarem de volta aos braços um do outro, todos melados. Cute! Gozem dessa felicidade enquanto podem, porque não há de durar muito. Porque é que Derek nunca chegou a aparecer na Casa Branca para se demitir, quando foi por esse motivo que apanhou um avião para lá? Sinceramente não estou muito preocupada, porque com os McDreamy as coisas acabam por se resolver sempre, mas será que a sorte deles acaba aqui? Aquela conversa de Amelia com Meredith pareceu-me do tipo que antecede uma desgraça…

Considerações:

– O pequeno Bailey está tão crescido, loirinho e fofo!

– Stephanie tem vindo a tornar-se uma personagem bastante interessada, com o seu trabalho médico a ser muito focado, mas sem nunca esquecer a personalidade engraçada. Enquanto isso, Jo pouco mais é do que apenas a namorada de Alex. Nunca achei piada alguma à personagem e, cada vez mais, ela tem mostrado o quão sem sal é.

– É preciso que Arizona volte a aparecer mais. Não com Callie, obviamente, mas é uma personagem que merece mais tempo de antena do que tem tido.

.

Nota: 7,5/10

Diana Sampaio.

.

Se ainda não conhecem os nossos parceiros de Grey’s Anatomy (Portugal), espreitem aqui.

Publicidade

Populares

calendário estreias

slow horses poster

Recomendamos