Batwoman – 01×03 – Down Down Down
| 25 Out, 2019

[Pode conter spoilers]

“O morcego voltou, só que com mais curvas e mais sexy. A grande questão é: como lhe chamamos? Batlady? Batchick? Digam-me, Gotham, precisamos de um nome.”

Ora, não é Batlady nem Batchick, mas sim Batwoman que regressa esta semana com um novo episódio, Down Down Down.

Neste episódio, a necessidade de Gotham recuperar o seu icónico herói intensifica-se com a chegada de novos vilões, sendo Kate forçada a tomar uma decisão em relação ao seu futuro enquanto vigilante da cidade. Entretanto, Alice continua a atormentá-la com o seu segredo, ao mesmo tempo que muda a sua atenção para Jacob e Catherine. Como se não fosse suficiente, a visita de Tommy Elliot (Gabriel Mann) vem agitar ainda mais os ânimos enquanto Kate e Luke tentam descobrir quem roubou uma arma valiosa do arsenal de Batman. Por fim, Mary e Sophie formam uma amizade improvável quando esta última é encarregue de proteger a irmã de Kate.

Down Down Down mantém o nível de qualidade estabelecido no episódio anterior, o que é uma boa notícia para o futuro da série. Tal como The Rabbit Hole, dá primazia à história das várias personagens e suas relações, sendo a grande diferença o facto de introduzir agora novos vilões para além de Alice. É previsível que a série venha a seguir a tendência das suas parentes do Arrowverse em apresentar-nos o característico vilão da semana, mas parece que a irmã de Kate continuará a ocupar o lugar da frente enquanto principal antagonista desta temporada – e com toda a razão.

Alice (ou Beth) continua a apresentar-se como uma das personagens mais fortes e cativantes da série. Há algo simplesmente delicioso em ver uma personagem tão louca e carismática como esta que, em simultâneo, tem uma bagagem enorme de backstory que mal começámos a explorar. A maneira como esta parece querer aproximar-se de Kate mas, ao mesmo tempo, manter a sua distância, faz com que esta dinâmica seja ainda mais interessante e definitivamente um dos aspetos da série que mais quero ver desenvolver-se.

Outro ponto alto deste episódio foi o desenvolvimento de Mary, que tem crescido de episódio a episódio. A irmã de Kate faz-se passar pela típica menina rica, superficial e de cabeça no ar, mas, como já sabemos, não o é de todo. Sendo uma fonte de humor nesta série de outra forma séria, é sim uma mulher inteligente, esforçada e dedicada, e quem já se apercebeu disso foi Sophie que, neste episódio, se voluntaria para ser sua guarda-costas para vir a saber mais sobre a vida da sua ex. Torna-se agora bastante mais claro que, afinal de contas, a segurança não está assim tão feliz como pensava, e temos um vislumbre de uma Sophie algo ciumenta e arrependida das decisões que tomou.

Ainda neste episódio, conhecemos Tommy, o ex-melhor amigo de Bruce Wayne que sabe o seu segredo e quer vingança após Batman ter salvo a sua mãe, impedindo que recolhesse a sua herança. Gabriel Mann é perito em fazer aquela personagem de menino rico, inconsciente, que não sabe o que fazer ao dinheiro: Nolan Ross, em Revenge, Gage Scott em What If e agora Tommy Elliot em Batwoman. Fez, de facto, uma personagem interessante, que espero que possamos ver mais vezes.

O cliffhanger final que nos deixa a ansiar pelo próximo episódio deixa a questão: o que esconde Catherine Kane (a.k.a. madrasta de Kate), e que Alice sabe? Já tínhamos chegado à conclusão que ela tinha um segredo; algo que a põe em causa, de alguma forma. Parece dissimulada e gananciosa, podendo ser a próxima antagonista desta primeira temporada.

Inês Salvado e Margarida Rodrigues

Publicidade

Populares

heartstopper

westworld poster

Recomendamos