Depois de ter sido renovada para 4.ª temporada no início do ano, a Sky decidiu reverter a sua decisão e Bulletproof vê-se então cancelada ao fim de três temporadas. O cancelamento acontece no seguimento de alegações de conduta sexual imprópria por parte de um dos criadores da série, Noel Clarke, que é também protagonista e produtor do drama policial.

Há menos de um mês, num artigo publicado pelo jornal britânico The Guardian, 20 mulheres acusaram o ator de conduta sexual imprópria. O canal Sky optou então por interromper os preparativos para a 4.ª temporada da sua série, mas estavam a ser exploradas alternativas para dar continuidade à série. No entanto, a decisão definitiva chega agora, com o anúncio do cancelamento.

As acusações contra Clarke tiveram também impacto na minissérie Viewpoint, com a cadeia televisiva ITV a optar por cancelar a emissão do quinto e último episódio. Com o objetivo de limitar a exposição ao mesmo, a ITV Hub, o serviço de streaming do canal, disponibilizou o capítulo por um breve período de tempo na sua plataforma. Entretanto, a Academia Britânica de Cinema e Televisão (BAFTA) também suspendeu o ator, retirando-lhe o prémio que tinha recebido há umas semanas e a Dancing Ledge Productions afastou Clarke do seu programa de novos escritores, em colaboração com a ITV.