A HBO Max decidiu que não vai avançar com a série Americanah, a adaptação de um livro com o mesmo nome, da autoria da escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie.

A série recebeu luz verde para avançar no ano passado e a produção devia ter começado este ano, mas as datas foram sendo adiadas devido à pandemia do coronavírus. Estava previsto que Lupita Nyong’o fosse a protagonista, mas com os atrasos no arranque da produção, a atriz encontra-se com conflitos de agenda e teve de abandonar o projeto, o que terá resultado na decisão do serviço de streaming de não seguir com Americanah.

O livro narra a seguinte história, descrita na sinopse portuguesa: “Ainda adolescentes, Ifemelu e Obinze apaixonam-se. A Nigéria vive dias sombrios sob o jugo de uma ditadura militar e quem pode abandonar o país fá-lo rapidamente. Ifemelu, bela e ousada, vai estudar para os Estados Unidos. Para trás, deixa o país, a família e Obinze, a quem chama Teto, um nome que testemunha uma intimidade absoluta e irrepetível. Obinze, introvertido e meigo, planeava juntar-se-lhe, mas a América do pós-11 de setembro fecha-lhe as portas. Sem nada a perder, ele arrisca uma vida como imigrante ilegal em Londres. Anos mais tarde, na recém-formada democracia nigeriana, Obinze é um homem rico e poderoso. Nos Estados Unidos, Ifemelu também vingou: é autora de um blogue de culto. Mas há algo que nem a América nem o tempo conseguem apagar. E quando decide regressar à Nigéria, Ifemelu terá de reinventar uma linguagem comum com Obinze e encontrar o seu lugar num país muito diferente do que guardou na memória”.

No elenco da série já estavam também confirmados nomes como: Corey Hawkins, Uzo Aduba, Zackary Momoh e Tireni Oyenusi. Americanah é a mais recente série a juntar-se a uma lista de projetos que foram descartados devido à pandemia.