Classificação

6
Interpretação
5
Argumento
6
Realização

[Contém spoilers]

Phenomenal Women é o primeiro episódio da nova série feminista, Run the World, repleta de faísca e diversão, criada por Leigh Davenport.

Sondi Hill (Corbin Reid), Whitney Green (Amber Stevens West), Renee Ross (Bresha Webb) e Ella McFair (Andrea Bordeaux), um grupo de amigas unido pelas circunstâncias da vida, junta-se num bar em Harlem a um domingo à noite para descontrair, e é a partir daí que a história se desenrola.

Sondi vive com o namorado, Matt (Stephen Bishop), e a filha dele, Amari, fazendo, muitas vezes, o papel de mãe da jovem, cuja maior paixão são unicórnios, cor de rosa, e ballet. Whitney, por outro lado, está noiva, e a sua maior preocupação no momento é enviar os convites de casamento, e lamuriar-se pelas aventuras e rendezvous que o namoro de longa data não lhe permitiu ter. Renee, a única cuja história é pouco explorada no primeiro episódio, mostra ser a alma da festa, a amiga que inventa os planos mais loucos e que alinha em qualquer aventura. Ella, por fim, acaba por ter maior protagonismo neste episódio – uma romancista cujo primeiro livro provou ser um fracasso, começa a trabalhar numa plataforma online de gossip, HotTeaDigest.com. A primeira tarefa que lhe é imposta pela editora da revista é cobrir a festa de um cantor famoso, para a qual Ella convida as amigas. Num acaso da vida, encontra, nessa mesma festa, Anderson (Nick Sagar), o seu ex-namorado que a havia deixado anos antes sem dizer nada.

Num tom descontraído, cheio de cor e vida, Run the World dá ao espectador uma sensação quase nostálgica de uma vida que gostaríamos de ter na cidade dos sonhos, Nova Iorque. Apartamentos antigos remodelados, repletos de quadros e janelas que se estendem por paredes inteiras, a cinco minutos dos nossos amigos mais próximos. É esta a sensação com que ficamos ao ver esta série, cuja principal premissa é a união entre amigas e as relações que se vão estabelecendo através desse grupo.

Run the World promete ser um fenómeno de diversidade, problemas reais, união, e feminismo, que fará qualquer um sonhar com uma vida no mundo dos arranha-céus, da moda e da amizade. Phenomenal Women é apenas o primeiro vislumbre de uma série que promete apaixonar aqueles que a virem.

Inês Ribeiro