O Mecanismo – 01×01 – Lava Jato (Piloto)
| 27 Mar, 2018

Contém Spoilers!

Através da Netflix chega-nos mais uma série brasileira, desta vez é O Mecanismo, de Elena Soarez e José Padilha. Esta série baseia-se no escândalo que em 2014 abalou o Brasil e o Mundo, a Operação Lava Jato, que dá nome ao primeiro episódio desta série.

Neste primeiro episódio é-nos apresentado o delegado Marco Ruffo (Selton Mello) e a sua parceira Verena Cardoni (Caroline Abras). É aqui que, para aqueles que conhecem o caso Operação Lava Jato e os seus intervenientes, estes nomes não fazem muito sentido. A verdade é que estas personagens têm nomes fictícios, assim como todas as empresas enumeradas na série, os bancos, os presidentes… Todos os nomes na série são fictícios, mas baseados em nomes reais, Ruffo e Verena são baseados no Delegado Gerson Machado e na Delegada Erika Marena respetivamente.

Estamos no ano de 2003 e o Delegado Ruffo tenta convencer o Ministério Público que Roberto Ibrahim (Enrique Díaz – personagem inspirada em Alberto Youssef) anda a desviar dinheiro para contas na Suíça e, para o conseguir provar, precisa da ajuda do MP para poder ter acesso às contas de Ibra, algo que os agentes do MP recusam, pois as únicas provas que Ruffo tem foram apanhadas no lixo.

De temperamento instável e explosivo, Ruffo acaba por ter ações que acarretam consequências graves e acaba de “férias” por seis meses. No entanto, durante esse tempo afastado do trabalho, a sua colega, Verena, ajuda-o a ter acesso às investigações e Ruffo consegue provas de que Ibra andava realmente a desviar dinheiro.

O seu plano funciona lindamente, é emitido um mandado de prisão a Ibra; a Polícia Federal e o MP comemoram esta vitória, mas o ‘cancro’, como Ruffo o apelidava, já se tinha começado a espalhar e os contatos de Ibra no governo brasileiro conseguem que este seja libertado e Ruffo entra num sombrio e solitário caminho, com muita raiva à mistura.

Dez anos mais tarde, em 2013, Ruffo já não é mais Polícia Federal. Agora a sua ex-colega Verona é responsável por estas investigações e tenciona honrar o nome do seu mentor e acabar com o “cancro”.

Este primeiro episódio parece algo bastante promissor. Inclusive, antes de o ver, estava receoso de que a série não me cativasse, não estivesse bem estruturada nem contasse bem a história, mas acabei por gostar deste episódio. É certo que se notam algumas falhas aqui e ali, mas também 3% tinha falhas e foi um sucesso mundial! Não quero dizer que esta série terá o mesmo sucesso, já que estamos a falar de uma série de cariz documental, baseada numa sombria realidade que chocou o Brasil e o mundo.

Após ter visto este episódio fiquei com vontade de ver o próximo, de perceber mais sobre esta investigação e o que irá fazer agora Verena, depois de ter descoberto que os homens que persegue são os mesmos que perseguiu há dez anos atrás com o seu mentor Ruffo.

João Montez

Publicidade

Populares

calendário estreias

freeridge poster

Recomendamos