The Man In The High Castle – 01×01 – Pilot
| 25 Jan, 2015

Publicidade

Como é habitual, a Amazon lança alguns pilotos no início do ano e os mais populares poderão desenvolver a sua trama numa série. The Man In The High Castle é um desses pilotos e conta-nos uma versão diferente sobre o final da segunda guerra mundial, em que os japoneses e alemães saíram vencedores.

Assim que saiu a lista dos pilotos que seriam apresentados pela Amazon, este foi o que mais me chamou a atenção. Como viciado e licenciado em História, os pequenos “se’s” pairam muitas vezes nos meus pensamentos. Neste caso, como teria sido tão diferente caso os alemães tivessem vencido o conflito!

Parti então para este piloto com a ideia que veria uma realidade alternativa do pós-guerra onde os princípios dos regimes ditatoriais estariam presentes… e até estavam! Mas o grande erro do enredo é apresentar sempre os americanos como grandes salvadores do mundo! Pois é, apesar de estarem completamente subjugados, a premissa central deste piloto é a resistência americana, a provável futura salvadora da humanidade.

Após o conflito pelo domínio europeu ter terminado, japoneses e alemães conquistaram os EUA com o auxílio de uma grande bomba (nada mais foi revelado). Sem qualquer resistência, a América do Norte foi dividida em duas províncias: a este o Greater Nazi Reich e a oeste os Japonese Pacific States. Entre ambos existe uma zona neutral que, embora pouco tenha sido revelado, se encontra também sob domínio alemão.

O enredo centra-se em dois personagens bem distintos, cada um pertencente a uma das grandes províncias americanas. São eles Joe Blake, do Greater Nazi Reich, e Juliana Crain, dos Japonese Pacific States.

O episódio começa com Joe a receber informações secretas sobre um potencial emprego. Depressa ficamos a saber que ele quer trabalhar para a resistência, para ajudar a restaurar a liberdade americana. Assim que ele está prestes a partir na sua secreta missão de transportar algo até Canon City, na zona neutra, chegam os policiais alemães que matam todos à exceção de Warren, o chefe da resistência.

Juliana tem aulas de aikido e é uma das melhores alunas desta arte marcial. Tem um admirador de origem nipónica, Doni, mas apenas tem olhos para o seu namorado, Frank. A sua vida, aparentemente normal, muda radicalmente quando a sua irmã, Trudy, lhe entrega um filme de teor revolucionário (perigosamente proibido). Com Trudy assassinada por pertencer à resistência, Juliana assume o seu lugar e parte para Canon City. Pelo caminho é assaltada pela sua companheira de viagem!

Em Canon City, Juliana e Joe encontram-se no restaurante assinalado para tal, mas nenhum deles sabe muito bem o que fazer. Joe sai logo atrás de Juliana com uma bebida, no entanto, depressa se encaminha para uma cabine telefónica… sim, ele é um espião nazi!

Ao longo do episódio, e de forma subtil na maioria das vezes, foi apresentada uma tensão política entre nazis e japoneses. Ou seja, temos aqui um clima de guerra fria entre as duas maiores potências mundiais. Com a aproximação da morte do führer, teremos guerra na certa!

Embora bastante enigmático e pouco revelador, foi um episódio interessante. Se esperam muita ação, esqueçam este piloto, foi mais calmo de forma a promover a contextualização do enredo. O elenco tem bastantes caras conhecidas, o que me surpreendeu! Os cenários foram produzidos ao pormenor, sendo muito realistas. Como já referi anteriormente, o pecado de The Man In The High Castle é o destaque em demasia da resistência americana. Apesar da premissa interessante, a série está infestada de algo de que já estamos fartos, a visão dos EUA como o que de melhor existe neste planeta.

Resta-me apenas mencionar que este piloto tem bastante potencial para ser transformado em série… mas depois do que aconteceu a The After, vou esperar sentado e ver o que fará a Amazon.

Nota: 7.5/10

Rui André Pereira

Publicidade

Populares

calendário estreias posters maio 2024

mayfair witches estreia

Recomendamos