Classificação

7
Interpretação
7.5
Argumento
7
Realização

[Não contém spoilers]

A Suitable Boy é uma minissérie dramática, baseada no livro homónimo de Vikram Seth, que acompanha, especialmente, a história de Lata (Tanya Maniktala), uma jovem que se vê dividida entre o que a família quer para ela, como por exemplo um casamento arranjado, e aquilo que ela realmente quer, que é poder viver uma história de amor com alguém que ela realmente conhece e de quem gosta.

Apesar de ser uma premissa que parece já ter sido vista em alguma série/filme antes, ou até mesmo parecer um pouco cliché, a verdade é que este primeiro episódio conseguiu mostrar que a narrativa vai muito para além da problemática envolvendo Lata, sendo que são abordadas não só as histórias de outros personagens, mas também questões políticas e religiosas.

A minissérie, composta por seis episódios com aproximadamente 60 minutos cada, decorre quatro anos após a Partition, consequência do fim do domínio do Império Britânico na Índia que resultou na separação da Índia Britânica (British India), em dois países independentes, República da Índia (Republic of India) e República Islâmica do Paquistão (Islamic Republic of Pakistan). O Paquistão, por sua vez, era dividido num território a Oeste e outro a Este (conhecido agora como Bangladesh), ficando a Índia no meio. Assim, e uma vez que o Paquistão era um país maioritariamente muçulmano enquanto a Índia era um país maioritariamente hindu, conseguimo-nos aperceber, neste primeiro episódio, da tensão política causada por estes factos, aquando da construção de um templo dedicado a Shiva, mesmo ao lado de uma mesquita. Quer-me parecer também que esta questão da religião vai ser abordada através da narrativa de Lata.

Aliado a isto, temos o facto de ser retratada uma cultura totalmente diferente (da qual eu pouco ou nada conheço), o que torna tudo ainda mais interessante, não só porque ficamos a saber mais sobre a cultura, mas também porque, inevitavelmente, esta proporciona um toque diferente à história. E foi principalmente isso que me levou a querer ver a série, uma vez que me interesso bastante por séries que apresentam outras culturas, no entanto, após este primeiro episódio de A Suitable Boy, mais do que as questões culturais, também fiquei bastante curiosa em ver como é que a história se vai desenrolar. Para além disso, também gostei do facto de serem abordadas questões históricas, tal como a Partition, agora resta saber se vão abordar outras questões históricas ou se vão ficar-se só por esta.

Posto isto, não se deixem enganar pela premissa, pois acredito que vão acabar por gostar do episódio, que mesmo sendo longo não aborrece, uma vez que a história não perde muito tempo a enrolar-nos. E ainda, se tal como eu gostam de se aventurar em séries que mostram outras culturas e abordam também questões históricas, esta parece-me ser uma boa opção.

Cármen Silva