Classificação

7
Interpretação
7.5
Argumento
9
Realização
8
Banda Sonora

Estreou recentemente, na RTP2, Lisboa Azul, uma nova série portuguesa, realizada por Joana de Bastos Rodrigues e escrita e protagonizada por Luísa Fidalgo. A narrativa irá decorrer ao longo de um dia, dividida em oito episódios, de aproximadamente 20 minutos.

Como ainda só está disponível o primeiro episódio, e devido ao facto de ser tão curto, ainda estamos muito “no escuro” no que toca às personagens. Neste piloto somos apresentados a Camila, uma jovem de Lisboa, que está a lidar com problemas de depressão e tendências suicidas. A narrativa construir-se-á à volta da relação da Camila com o seu pai, com temas de família e amigos.

Este episódio foi muito diferente do que estamos habituados a ver, principalmente em televisão portuguesa, e este é um grande ponto a favor. Há vários momentos de silêncio, vários planos do ambiente ou das personagens a viver o seu dia, sem que haja um diálogo constante. É uma série que nos deixa respirar e este ritmo é algo que a distingue de séries mais comerciais. O que também a distingue é o uso de animação 2D, que é como se representasse o mundo interior de Camila, colorindo o mundo real com cores aguarela. Esteticamente acho que resulta incrivelmente bem, eu conseguia ver um episódio inteiro só com a parte da animação.

No argumento conseguimos encontrar falas em três línguas: português, inglês e italiano. O elenco é internacional, contando com Mark Mekelburg e Erika Linder. O elenco português é também bastante conhecido, com nomes como Maria do Céu Guerra, Lia Carvalho, Miguel Mateus e José Leite.

Fico bastante feliz que esteja a ser produzida televisão fora da norma e acho que a série tem potencial. Também me agrada o facto de ser uma produção curta, o que lhe permite contar a história, sem grandes desvios, e simultaneamente explorar o lado mais estético e de “ficção científica”. Não penso que a série vá ser para toda a gente, mas se quiserem dar uma oportunidade, acho que vale muito a pena.

Podem ver a série todas as quartas-feiras, a partir da meia noite, na RTP2, ou online, no RTP Play.

Ana Oliveira