03×17 – Forgive You Anything

03×17 – Forgive You Anything

Depois de um episódio em grande na semana anterior, havia muita curiosidade para saber o que a NBC estaria a preparar para a reta final desta temporada. Chicago Fire termina sempre as temporadas com histórias surpreendentes e como o episódio anterior foi de algum encerramento em capítulos mais críticos que tínhamos visto até então, os fãs queriam agora saber o que estava preparado para estes três últimos episódios.

Em relação à história deste episódio, destaque para o filho biológico de Mouch que ele ia conhecer mas depois fugiu. Aliás, filha, porque o rapaz que procurou Mouch é meio irmão da filha do bombeiro. Ora, depois do que Mouch fez, era de esperar que a situação explodisse na cara dele. E podiam ser muitos a pressionar no gatilho. Confesso que estava inclinado para a sargento Trudy Platt. Mas acabou por ser Emmett, o meio irmão, a procurar Mouch no quartel e dizer-lhe certas coisas que o bombeiro não gostou de ouvir. Mas mereceu. Quando acabou por contar à namorada, ela até foi muito compreensiva. Estava à espera de muito pior! Mas Mouch acaba por ganhar coragem e conhece a filha, Lizzie.

Quanto a emergências, a equipa tem de socorrer um homem que está preso numa carrinha, com uma placa de cimento por cima. Os bombeiros têm pouco tempo para retirar o homem até que este fique esmagado. Depois de uma manobra arriscada de Severide, lá conseguem ajudar o homem sem danos maiores. Por um triz!
Durante esta emergência, destaque ainda para a aproximação que Mills tenta fazer à equipa de Severide. Tentou fazer de bombeiro em pleno teatro de operações mas Severide cortou-lhe logo as bases, deixando o paramédico a pensar sobre o assunto. No episódio anterior ele já tinha revelado a Brett que ia fazer os exames médicos necessários para ver se podia voltar à equipa de Severide, “largando” assim a jovem paramédica.

Durante uma segunda emergência, Mills decide tomar a iniciativa de fazer de bombeiro enquanto o resto da equipa não chega. O paramédico até conseguiu superar as vertigens mas ainda assustou.

Entretanto, Severide tenta levar um amigo, Scott Rice, para a sua equipa no quartel. Quando Mills descobre, fica ainda mais agitado, pois se a vaga for preenchida, significa que o paramédico não poderá trocar a ambulância pelo camião. Mas Rice tem de passar por uma experiência, pois já esteve envolvido numa confusão no passado e mesmo com Severide a atravessar-se por ele, Boden não quer atirar-se de cabeça neste assunto. Mills tenta mostrar os seus argumentos junto de Severide no sentido de ficar com o lugar, caso seja dado o OK nos exames médicos. O certo é que Mills parece completamente obcecado com a ideia. O problema é que ele estava à espera de conseguir o exame com alguma urgência, até para poder pressionar Boden e Severide, mas o médico comunica-lhe que o processo é um pouco mais complexo, pois serão precisos vários exames. Veremos se a tentativa de regressar à equipa de Severide fica por aqui.

Através de Rice, Severide fica a saber que uma amiga de escola, April, está a trabalhar na urgência do hospital de Chicago. Mas quando o tenente procura a amiga de outros tempos, acaba por não ter a melhor das receções. Na segunda tentativa, a reação continua a ser enigmática, apesar de, aparentemente, Severide saber o motivo da resistência de April. Fica para os próximos episódios, certamente.

Nota: 8/10

Ricardo Almeida