Classificação

8.5
Interpretação
6.5
Argumento
7.5
Realização
6.5
Banda Sonora

The Last Post é a nova série britânica, baseada em factos reais, da BBC One. Este primeiro episódio é o que se pode esperar de uma típica série que retrata as vidas de militares em tempos de guerra, assim como a das suas mulheres e filhos que os acompanham. A série baseia-se nos eventos que ocorreram nos anos 60, no Iémen, quando um grupo de locais se insurgiu contra o controlo britânico da colónia árabe, levando a quatro anos de confrontos.

The New Man não mostra diretamente este lado histórico, explicando apenas onde fica Aden, a cidade onde se desenrola a série. Desta forma, quem não conhece os factos reais fica um pouco “à nora” com esse lado do episódio. Isto não quer dizer que as personagens apresentadas e o início desta narrativa não sejam interessantes, no entanto, aquela que é a história que guia as ações dos militares fica um pouco sobreposta por todas as outras coisas que acontecem no episódio.

Os protagonistas do episódio deveriam ser o Capitão Joe Martin (Jeremy Neumark Jones, de Jekyll & Hyde) e a sua mulher Honor (Jessie Buckley, de War & Peace), que vem substituir o antigo Capitão Nick Page que está de partida. Contudo, quem acaba por ser o centro das atenções é aquele que deveria ter recebido a promoção de Capitão, o Tenente Ed Laithwaite, e a sua mulher Alison. Nos primeiros minutos ficamos a saber que este casamento não é um mar de rosas, muito pelo contrário, e que Alison (Jessica Raine, de Call the Midwife), para além de alcoólica, tem um caso amoroso com Nick Page.

O episódio mostra aquele que é o ambiente típico de uma base militar: a camaradagem entre os soldados, as brincadeiras, o respeito pelos superiores, assim como a desobediência às regras. A novidade que a série traz talvez seja o facto de mostrar também a vida das esposas dos militares, que têm de viver na base, e o protagonismo que elas podem vir a ter (e provavelmente terão) na trama.

No geral, é um episódio interessante, marcado por alguns momentos fortes e que deixa no ar uma certa curiosidade sobre o que vai acontecer a seguir. No entanto, não traz nada de extraordinário ao mundo das séries, já bastante povoado por enredos deste género, com alguns clichés e sequências nada imprevisíveis. O que lhe pode dar um toque diferente é o lado histórico no qual a série se baseia, com a insurreição liderada por Nasser, que levou à retirada das tropas britânicas do Iémen e à sua consequente independência.

Beatriz Caetano