[Contém spoilers sobre acontecimentos da 5.ª temporada da série]

A Netflix confirmou recentemente que a 6.ª e última temporada de Lucifer tem estreia marcada para o dia 10 de setembro, aquando de um painel dedicado à série durante a Comic-Con@Home, no passado sábado.

Antes de abordarem aquela que será a última temporada do projeto, o protagonista Tom Ellis – juntamente com os produtores executivos Joe Henderson (11.22.63) e Ildy Modrovich (Forever) – discutiram momentos chave da última season, incluindo a morte inesperada de Dan (Kevin Alejandro). Henderson revelou que foi Alejandro quem lançou a ideia para este desfecho chocante: “É a última temporada e todos os espectadores acabaram por se afeiçoar a essa personagem. Estávamos no início [da 5.ª temporada], mas a ideia ficou connosco à medida que continuámos, então a culpa acabou por ser do Kevin.”

Quando questionado sobre a possibilidade de Lucifer continuar envolvido na resolução de casos policiais, Ellis admitiu que “haverá um ou outro caso mais estranho para resolver”. Contudo, no decorrer dos próximos episódios a personagem principal terá “muitos mistérios a desvendar” dentro da sua própria narrativa.

A conversa foi moderada pelo ator Luke Cook – responsável por encarnar Lucifer Mornings na série Chilling Adventures of Sabrina – que aproveitou para lançar várias questões, satisfazendo a curiosidade daqueles que acompanham o drama policial desde o início, em janeiro de 2016.

Na sua transição para ser divino, Lucifer teve oportunidade de amadurecer ao mesmo tempo que se confrontava com as suas dores e as de outros, chegando mesmo a ver Dan morrer. Ainda assim, ficou por esclarecer se a personagem titular vai continuar num processo de crescimento ou ceder à imaturidade que também o caracteriza.

O canal de YouTube da Comic-Con International disponibilizou o painel na íntegra e é possível ver ou rever a conversa, aqui.