A minissérie Deceit vai estrear dia 26 de outubro na HBO Portugal.

Deceit é um drama que examina a polémica investigação ao assassinato de Rachel Nickell em 1992 e a armadilha no centro da investigação.

No meio da política sexual do início dos anos 90 e a obsessão da polícia com aquele que se veio a descobrir ser o homem errado, Deceit leva-nos até um mundo disfuncional onde uma polícia infiltrada sob o nome falso de Lizzie James é convidada a tornar-se a cobaia sexual de um suposto assassino.

Deceit é baseada na história verídica de Rachel Nickell, uma jovem mãe que foi brutalmente atacada à frente do filho de dois anos em Londres, no ano de 1992. Esta história causou grande polémica na altura, enchendo manchetes de jornais, sob o olhar atento do país e uma enorme pressão sob a polícia.

Paul Britton (Eddie Marsan), que traça perfis criminais, e o Detetive Inspetor Keith Pedder (Harry Treadaway, Mr. Mercedes) planeiam uma operação secreta bastante perigosa, liderada por uma polícia ambiciosa de nome Sair Byrne (Niamh Algar). Com base apenas em provas circunstanciais, ela tenta estabelecer uma relação com o principal suspeito, um homem solitário que vive perto da cena do crime, Colin Stagg (Sion Daniel Young).  Assim começa uma das mais controversas operações policiais da história da Polícia Metropolitana de Londres.

Esta série representa a sociedade da época, com uma forte influência de Margaret Thatcher e do movimento feminista, que se viu reprimido pela Lad Culture, um movimento da década de 90 que se caracteriza por uma perpetuação do sexismo. Deceit inclui na narrativa elementos reais do caso, como áudios, vídeos e materiais escritos inéditos.

A partir de dia 26 de outubro na HBO Portugal, Deceit promete mostrar aos espectadores aspetos desconhecidos deste caso.

[Texto adaptado do comunicado de imprensa do canal]