A série La Línea Invisible, em português, A Linha Invisível, o novo drama de época dos anos 60, estreia no dia 2 de setembro, pelas 22h10, no AMC Portugal. Serão seis episódios semanais, cada um de 45 minutos.

Esta nova série, do realizador Mariano Barroso, irá contar a famosa, mas verídica história do grupo terrorista Euskadi Ta Askatasuna, mais conhecido pela sigla ETA. Foi fundado em 1959 como um grupo de promoção da cultura basca, mas, em 1968, a organização levou a cabo o seu primeiro assassinato e ultrapassou, deste modo, ”a linha invisível”. Nas palavras de Mariano Barroso, podemos ler que ”para entender a violência, talvez seja necessário viajar até à origem dos silêncios e dos ódios, e às zonas de sombra que marcaram durante décadas todos os habitantes do País de Basco e da restante Espanha”.

Uma história de armas, de violência e de assassinatos, que atormentou o povo espanhol, sobretudo a comunidade basca, serve agora de inspiração para La Línea Invisible, um drama que retrata os anos 60, composto por cenários de uma beleza visualmente única e típica e que se comprometem a retratar o período do Franquismo e da História mais recente da Espanha.

A linha invisível foi transposta pelo líder da ETA, Txabi Etxebarrieta (Àlex Monner), ao assassinar o guarda civil galego José Antonio Pardines (Xoán Fórneas), que, com apenas 25 anos de idade, foi a primeira vítima mortal de um total de 853 mortes realizadas pelo grupo terrorista. Mas não foi a única morte nestes dias: também o líder dos terroristas foi morto num confronto armado com a própria Guardia Civil, sendo assim o primeiro membro do grupo a matar e a ser assassinado na história da ETA.

Após este acontecimento, os seguintes 50 anos foram marcados por vingança, por medo e por terror. Os camaradas de Txabi (Anna Castillo, Patrick Criado, Joan Amargós), na busca por vingança pela morte do seu companheiro, decidiram assassinar o seu principal perseguidor, o inspetor Melitón Manzanas (Antonio de la Torre).

La Línea Invisible conta com realização de Mariano Barroso (atual presidente da Academia das Artes e das Ciências Cinematográficas de Espanha) e é protagonizada por um elenco extenso de atores, encabeçado por Àlex Monner, Antonio de la Torre, Anna Castillo, Asier Etxeandia, Patrick Criado, Patricia López Arnáiz, Enric Auquer, Emilio Palacios, Pablo Derqui e Ramón Barea. Completam o elenco Joan Amargós, Amaia Sagasti, Aia Kruse, Xoán Fórneas, María Morales, Alba Loureiro e Josean Begoetxea, entre muitos outros. A série foi escrita por Michel Gaztambide e Alejandro Hernández, em colaboração com o próprio realizador. É inspirada na ideia original de Abel García Roure.

Para o argumentista, Michel Gaztambide, La Línea Invisible esclarece uma série de questões elementares sobre a tragédia que manchou de sangue o território espanhol: “Quando começou exatamente? Quem o tornou possível? Porquê? O que levou estes rapazes a mudar de vida, passando de um livro na cabeceira para uma pistola debaixo da almofada? Em que momento decidiram dar o passo e converter-se numa organização terrorista? Acreditavam realmente que a luta armada era a solução?”.

Relembramos que podes conferir todas as estreias mensais, nos nossos Destaques da TV e Streaming Portugueses.

[Texto adaptado do comunicado de imprensa do canal]