“Amor, família e humor” são as três palavras que Madalena Almeida, a Rita Paixão de Até Que a Vida Nos Separe, escolhe para descrever a série. Em conversa com o Séries da TV, a atriz, juntamente com Diogo Martins e a estreante Rita Poças, fala da sua passagem pela produção da Coyote Vadio para a RTP.

Até Que a Vida Nos Separe tem como foco a família Paixão e como fio condutor o amor nas suas mais variadas formas. Atravessando várias gerações e relações, a série traz um olhar contemporâneo e abrangente sobre um tema tão controverso como o amor e a família, conferindo-lhe ainda um toque de humor.

Diogo Martins é Marco Paixão, o irmão de Rita e um dos pilares desta história. Se na série a sua personagem parece ser sensível a todas as mudanças pelas quais a família passa, na vida real o ator não é muito diferente. O amor “não se explica, sente-se”, é esta a resposta de Diogo Martins à difícil pergunta “o que é o amor?”.

Já Rita Poças, na sua estreia televisiva, dá vida à versão jovem da matriarca dos Paixão, Vanessa, interpretada no presente por Rita Loureiro. A jovem atriz considera que teve muita sorte com este primeiro papel, afirmando que todo o processo de ensaios para conhecer a personagem a quem ia dar vida numa outra altura foi muito enriquecedor.

Nesta entrevista ainda houve tempo para testar os conhecimentos destes três atores. Será que prestaram atenção aos pormenores da série? E será que se conhecem bem? A resposta está no vídeo, com o jogo “Quem Quer Ser Seriólico?”.

Os novos episódios de Até Que a Vida Nos Separe são transmitidos na RTP às quartas, pelas 21h, ficando depois disponíveis na RTP Play.

Beatriz Caetano e Diogo Coelho