7 Razões Para Ver… Dopesick
| 28 Dez, 2021

[Pode conter spoilers]

Minisséries com temas interessantes nunca são demais, por isso foi com bastante entusiasmo que encarei esta estreia no Disney+. Descobre 7 razões para ver Dopesick, uma série inspirada em acontecimentos reais que retrata a luta contra uma farmacêutica poderosa que lançou para um mercado um medicamente que destruiu e ceifou inúmeras vidas.

1 – A dependência como tema central da série

Esta não é a primeira série a centrar-se no tema da dependência e/ou das drogas, mas consegue marcar a diferença mostrando-nos que uma substância legal, aprovada por todos os organismos que tinham que lhe dar luz verde, não é necessariamente mais segura ou menos viciante do que algo que se vende na rua, em becos mal iluminados. Numa altura em que as farmacêuticas e o tema da saúde estão tão intimamente ligados ao nosso dia a dia, Dopesick parece ganhar uma relevância ainda maior.

2 – A investigação levada a cabo para expor a Purdue Pharma

Só foi possível expor a Purdue Pharma graças ao excelente trabalho dos procuradores, aos esforços da DEA e de muitas outras pessoas, algumas delas com muito a perder, mas que sabiam que tinham que fazer alguma coisa para acabar com aquele pregão falso de que o Oxycontin é seguro. Esse trabalho de bastidores foi essencial e uma parte também muito interessante da série que mostrou as dificuldades que tantas vezes há que ultrapassar para fazer o que está certo e levar até à justiça os responsáveis.

dopesick

3 – A perspetiva de todos os envolvidos nesta crise

A série permite-nos conhecer bastante bem todos os lados da questão, com uma preocupação em expor os vilões da história e mostrar o lado humano das vidas que foram destruídas pelo Oxycontin e o quanto as próprias comunidades foram afetadas. Um número incontável de pessoas ficaram viciadas, muitas morreram, famílias tiveram que lidar com as perdas… Há uma cena em especial, com familiares de vítimas deste medicamento a darem o seu testemunho, que é arrepiante.

4 – A manipulação de apresentar um medicamento perigoso como inofensivo

Este foi, para mim, o lado mais fascinante da série. Temos uma farmacêutica e as pessoas que estão por detrás dela sem qualquer prurido em lançar para o mercado um medicamento perigoso. Tudo o que importa é o lucro e vender sempre mais e mais. Depois, é um ciclo que não tem fim que convence os responsáveis pela venda dos medicamentos, as próprias farmácias, os médicos que passam receitas e os pacientes. É certo que houve várias alturas em que as explicações dadas acerca do quão inofensivo o Oxycontin é não me convenceram minimamente, mas a verdade é que a Purdue tinha muitas formas de “provar” a legitimidade do seu medicamento. Esta manipulação é tão horrível quanto fascinante, principalmente se pensarmos que conseguiram levar a sua avante durante tanto tempo sem grandes consequências.

5 – Rosario Dawson/Bridget Meyer

Há muitas pessoas a lutar contra esta farmacêutica, mas acho que Bridget se destaca, porque é uma das primeiras a querer fazer realmente alguma coisa e encontra muitos obstáculos no caminho, mas nunca desiste. Aliás, esta luta causa-lhe dificuldades no casamento, um lado também interessante da personagem. Bridget é uma mulher forte e poderosa que não desiste das causas em que acredita e Rosario Dawson faz um excelente trabalho a dar-lhe vida.

Razões Para Ver Dopesick

6 – Os belos cenários da Virginia

O cenário não é fundamental numa série destas, mas quem é que não gosta de ver belas paisagens pintadas de branco por causa da neve? Além disso, é um belo contraste com as coisas terríveis que se passam naquela pequena localidade mineira.

Razões Para Ver Dopesick

7 – Poucos episódios

Seria de esperar que quando algo é bom se queira sempre mais, mas as séries já nos ensinaram muitas vezes que é preferível não arrastar uma história para além do que há para contar. Com oito episódios, não se pode dizer que Dopesick perca tempo com coisas desnecessárias. Vai direta ao assunto, mesmo que os episódios sejam longos, com cerca de uma hora cada. Além disso, acaba no momento certo, no tom certo. O Disney+ lançou um episódio por semana e sou da opinião que não é o tipo de série para consumir em modo maratona.

Diana Sampaio

Publicidade

Populares

minx sugestão

obi-wan kenobi

Recomendamos